quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Ministério da Saúde emite alerta para surto nacional de febre fmarela

O Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde emitiu alerta para a velocidade com que a febre amarela tem se espalhado em todo o país. Será dobrada a distribuição da vacina e dado um reforço de 11,5 milhões de doses. Destas, 6 milhões já foram produzidas e outras 5,5 milhões estão envasadas em um estoque estratégico.

Também haverá a incorporação da vacina contra febre amarela para crianças de todo o País, pois a vacinação só é feita para quem vive em áreas consideradas de risco. O diretor do departamento de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Eduardo Hage, afirmou que a discussão será feita por um comitê assessor do ministério e tudo será debatido quando encerrar o surto da doença.

5 comentários:

Alberto disse...

Socorro!

Alberto disse...

Vejo poucos comentarem de que uma das causas disso pode ser os cortes desenfreados de matas e florestas pelo Brasil, sem fiscalização.

Anônimo disse...

Aqui nada se extingue, as coisas boas são tiradas e tudo retorna como antes, velhos tempos de Osvaldo Cruz.

Gerações vem, gerações vai, no entanto a mentalidade da população não muda.

Anônimo disse...

O governo está equivocado em relação a distribuir vacina somente em áreas de risco. O deslocamento natural das pessoas entre regiões faz com que todos estejamos em risco. É melhor que o governo invista na Saúde aplicando o recurso dos nossos impostos em todo o país. Essas vacinas, essa proteção, já está paga pelo contribuinte ou o governo está esperando uma epidemia geral como aqueles bebês do Nordeste com microencefalia? Para o governo brasileiro o certo é correr atrás do prejuízo. Precisamos mudar essa mentalidade atrasada porque o povo não tem o Sírio Libanês para suas emergências e sim um SUS, sujo, depredado e fétido, quando conseguimos atendimento.

Unknown disse...

E a pandemia provocada pelos vírus da mentira e da ladroagem que assola o Brasil, não preocupa???