Crescimento da produção industrial em maio ocorreu em dez dos catorze estados pesquisados

A expansão da produção industrial em maio foi registrada em 8 das 14 regiões pesquisadas, segundo a Pesquisa Industrial Mensal Regional, divulgada ontem pelo IBGE. 

As variações positivas foram verificadas nos estados do Ceará (5,9%), Bahia (3,6%), Pará (3,1%), São Paulo (2,5%), Rio Grande do Sul (2,5%), Santa Catarina (1,4%), Paraná (1,4%), Goiás (0,8%), Pernambuco (0,1%) e o restante do Nordeste (1,3%). Por outro lado, observou-se retração da produção industrial nos estados de Minas Gerais (-0,2%), Rio de Janeiro (-1,6%), Espírito Santo (-1,9%) e Amazonas (-3,6%). 

Na comparação inter-anual, as maiores altas foram verificadas nos estados do Ceará (67,3%), Rio Grande do Sul (65,6%) e Bahia (60,6%), refletindo os desempenhos positivos da indústria de metalurgia, fabricação de produtos do fumo e preparação de couros, artigos para viagem e calçados, nessa ordem. 

Para a segunda metade do ano, economistas com, os do Bradesco projetam retomada gradual da indústria, puxada pelos segmentos de veículos automotores, máquinas e equipamentos, siderurgia e alimentos.

Um comentário:

Anônimo disse...

Isso é uma má notícia para os petralhas. Eles gostam mesmo é da miséria, onde podem reinar absolutos.