TSE já retomou julgamento da chapa Dilma-Temer.

O Tribunal Superior Eleitoral retomou às 9h desta quinta-feira, o julgamento mais importante da sua história, o que pode cassar a chapa Dilma-Temer, vitoriosa em 2014, e retirar do cargo o presidente Michel Temer (PMDB), além de suspender os direitos políticos da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Nesta quinta-feira, o julgamento terá três sessões, pela manhã, às 14h e às 19h, entrando na reta final, os votos dos ministros.

A retomada será a partir da definição da validade ou não das delações da Odebrecht e dos marqueteiros João Santana e Mônica Moura, consideradas decisivas para o rumo da ação. Depois, o relator, Herman Benjamin, deve encaminhar seu voto e, se nenhum dos outros ministros pedir vista do processo, a decisão pode ser tomada ainda na quinta ou no máximo nesta sexta-feira. O último a votar será o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes.

4 comentários:

Mordaz disse...

Já retomou a grande farsa para blindar a corrupção eleitoral.

Anônimo disse...

Via TSE o Gilmar Mendes conseguiu UNIR o Brasil, aquele que Lulla havia trabalhado tanto para DIVIDIR.
Todos Brasileiros, do PT ao PSDB, da Maria do Rosário ao Bolsonaro, estão ENOJADOS com a atuação deste "imparcial" e repugnante julgador. Que vergonha de ser Brasileiro !!!

Anônimo disse...

Estão discutindo o quê? As provas obtidas na Odebrecht só vieram confirmar o que todos já sabíamos. Elas foram a base de sustentação do que hoje estamos assistindo. Sem elas nada teria acontecido. E os políticos teriam mais seriedade com a coisa pública. Mas pelo que estamos assistindo e como tudo como acontece num país que não é sério, vai dar pênalti. Gilmar Mendes terá que chutar. E entrar para a História como mocinho ou como bandido. Prefiro tê-lo como mocinho e responsável pela decisão. Tudo fundamentado dentro da lei.

Anônimo disse...

como e confuso este juiz relator....