O RS deve apenas R$ 1,6 bilhão ao BNDES, mas poderá repactuar apenas R$ 820 milhões

O jantar de ontem entre o presidente Temer e os governadores, inclusive Sartori, não teve como prato principal a questão da repactuação das grandes dívidas estaduais com a União, mas os casos de empréstimos com o BNDES.

O editor soube esta tarde junto à secretaria da Fazenda, procurado por ele, que o RS tem várias operações com o BNDES, mas todas de valores menores. Hoje, todos empréstimos somam um saldo de R$ 1,6 bilhão, com serviço anual de R$ 280 milhões.

Em princípio, seriam, repactuados três empréstimos com o BNDES totalizando R$ 820 milhões, sendo que o serviço anual de R$ 135 milhões não contaria com, carência de quatro anos.

Isto é pouco em relação aos R$ 55 bilhões devidos para a União.

As vantagens da repactuação dos contratos com o BNDES serão a carência de 4 anos e o alongamento da dívida, mas os juros contratuais terão que ser pagos todos os meses.

Os governos estaduais, como o do RS, poderão fechar algum tipo de PEF, Programa de Equilíbrio Financeiro, que resulta em dinheiro (empréstimo) novo. Tarso Genro fez dois PEFs na época da "Marolinha".

6 comentários:

Anônimo disse...

Não sabia que presidente da república pode oferecer crédito de instituição financeira em troca de apoio governamental.

Alberto disse...

Farra com dinheiro público.

Marlene Gazzana disse...

Se reduzissem os cargos dados a amigos de partidos, número de servidores, privatizadas tudo melhoraria

Anônimo disse...

O pessoal acha que é farra com o dinheiro público. No entanto, se os empresários podem pagar 7% ao ano para o BNDES, porque o Estado do RS não poderia renegociar suas dívidas. Só espero que o juro seja mais baixo que o pago pelos empresários. Afinal, o BNDES tem emprestado dinheiro para muitos empresários criarem emprego, no entanto, só enriquecem e o contribuinte é que paga a conta. Além disso, mesmo que supostamente haja desvios no Governo do Estado, a maior parte ainda vai para os serviços públicos, o que com certeza é bem melhor, do que só enriquecer os maus empresários. Os bons empresários normalmente pagam juros maiores ao BNDES ou pegam dinheiro outros meios. Além disso, está na hora de acabar com o BNDES, se nenhum estado deveria ter banco, por que a União deveria ter. O BNDES é só mais uma jabuticaba brasileira. Empresário que vá pegar dinheiro via Bovespa ou setor bancário e não sustentado pelos contribuintes.

Anônimo disse...

Acho que o RS não deve nada para o BNDES, assim como Joesley & Wesley também não devem. Esses foram perdoados de uma dívida de R$ 750 bilhões. Com todo esse dinheiro que levaram do BNDES salvaríamos todos os Estados da Federação. Então ninguém deve nada para ninguém. Essa é a lógica.

Anônimo disse...

TODO O ESTADO DO RS DEVE BEM MENOS AO BNDES QUE A JBS .!!!