Julgamento do deputado Sossela foi suspenso por pedido de vista no TRE

O deputado estadual gaúcho Gilmar Sossella, acusado de concussão, falsidade ideológica, crime contra o sigilo ou o exercício do voto e boca de urna, está sendo julgado novamente pelo TRE, mas um pedido de vista, ontem,  suspendeu o andamento do processo.

Desta vez, o Ministério Público Eleitoral pede a condenação criminal do deputado.

Sossella teve o mandato cassado pelo TRE, mas a decisão acabou sendo revertida no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília. Os desembargadores consideraram que o pedetista pressionou servidores a comprarem convites do jantar da campanha, com valores superiores a R$ 2 mil, em setembro de 2014, quando presidia a Assembleia Legislativa.


Em caso de condenação, Sossella pode ficar inelegível pelos próximos oito anos.

8 comentários:

Luiz Vargas disse...

Este aí vai terminar o mandato.
Como neste país o poder judiciário só funciona com os rigores da lei para quem é pobre este elemento concorrerá no próximo ano e como o povo é acéfalo vai levar mais um mandato.
Levar mais de três anos para julgar este tipo de caos só comprova que o e TRE não servem para porra nenhuma e se extintos não farão falta alguma.

Anônimo disse...

Perto da quadrilha de Brasilia...verdadeiro ladrão de galinha.

Anônimo disse...

É FILIADO AO PT?

- NÃO.

ENTÃO PODE FICAR TRANQUILO!

A ética em nosso país é seletiva: Se o acusado for do PT, todos os rigores da lei!

Mas se for de outro partido, aí existe o direito ao contraditório, etc...

Anônimo disse...

Faz falta sim. Antes de haver servidores públicos federais nos cartórios do interior, os servidores da Justiça Eleitoral eram cedidos pelos prefeitos!
Alguém me disse que eram cedidos os menos ilustrados servidores do município, geralmente era a pessoa com ensino fundamental incompleto, de modo que para ele era impossível compreender o alcance de ações eleitorais e de ações penais eleitorais.
Sendo assim, tornava-se muito fácil para o grupo político dominante adulterar os resultados das eleições. Aliás, não foi por outra razão (evitar a adulteração da vontade política do eleitorado) que a Justiça Eleitoral foi criada.

Anônimo disse...

Só num País como o Brasil, uma pessoa como este senhor sossela não está recolhido à cadeia. Quem viesse a bater nele poderia até não saber porque estaria batendo. Mas ele saberia porque estaria apanhando.

Anônimo disse...

Se for para o TSE , já sabemos............

Justiniano disse...

Tamos Resolvendo a Encrenca (TRE), fiquem tranquilo em 2019 vamos avaliar esse caso com os rigores da lei.

Esse TRE é um cabide emprego ou melhor é um guarda-roupa de tanta gente que ficam trabalhando, se é que o termo adequado, de dois em dois anos. Haja imposto do contribuinte para sustentar esses parasitas.

Anônimo disse...

Este é outro exemplo de que os TST,TRE não servem para nada.