Índice de Commodities Brasil avançou 2,9% em maio

O IC-Br, indicador que mensura o preço das commodities em reais, subiu 2,9% em maio, segundo os dados divulgados ontem pelo Banco Central. A aceleração em relação a abril, quando houve recuo de 2,3%, foi explicada principalmente pela depreciação do real no período. Com isso, os preços das commodities agrícolas registraram alta de 3,9% revertendo a redução de 1,2% no mês anterior. O índice referente às commodities metálicas passou de uma queda de 2,9% para uma elevação de 0,8%, uma vez que o recuo do preço internacional do minério do ferro compensou parcialmente o efeito da desvalorização cambial. No sentido oposto, as commodities energéticas desaceleraram, de uma alta de 3,9% para uma retração de 0,2%, em decorrência da queda dos preços do petróleo. 

Com tudo isto, o indicador acumulou queda de 4,6% nos últimos doze meses e de 4,0% em 2017, confirmando o cenário benigno para inflação neste ano.

Um comentário:

Anônimo disse...

Se você for ver a balança comercial brasileira deste ano em comparação com a do ano passado.Verá que as exportações brasileira de petróleo e minérios dobrou do valor em dólares com o mesmo volume exportado em toneladas.Como pode subir 1,4 % ou 4% quando dobrou o valor em dólares pela mesma quantidade em toneladas?