Heineken fechou fábrica de Gravataí para concentrar produção em SP

O prefeito Marco Alba disse ainda há pouco ao editor, que fez o que podia para evitar o fechamento da fábrica da Heineken em Gravataí.

182 trabalhadores foram demitidos.

A Heineken decidiu levar equipamentos e produção para a fábrica que tem em São Paulo.

10 comentários:

Anônimo disse...

FICAR AQUI NO RS COM ESSA MALTA DA ESQUERDA ATRAPALHANDO A VIDA DE QUEM QUER TRABALHAR E PRODUZIR...

A PALAVRA TRABALHO, PRODUZIR RIQUEZA ENFURECE ESSA ESQUERDA DOENTIA..PARA ELES O DINHEIRO NASCE EM ARVORES...A VIDA SE RESUME A POLITICAGEM, FILOSOFAR, ENCHER LINGUIÇA COM CONVERSA FIADA, CUBA, VENEZUELA, CORREIA DO NORTE...

É SÓ OLHAR A PREFEITURA DE POA:
TEM O MAIOR GASTO NACIONAL COM EDUCAÇÃO, MAIS DE 15 MIL/ALUNO, O ENSINO É UMA PORCARIA..OS ALUNOS NÃO SABEM LER, ESCREVER E NA MATEMÁTICA É SOFRÍVEL...MAS OS PROFESSORES SÃO OS MAIS BEM PAGOS...E DAI, QUAL O RETORNO...

Anônimo disse...

Só pra aumentar os custos, diminuir as promoções e aumentar os preços na média.

Anônimo disse...

vcs nao queria sabe como era o socialismo??? ta ai o''', e tem sabor de chumbo com po' de guampa da satanas

Anônimo disse...

Não querem encarar uma provável reeleição de Sartori ?

Anônimo disse...

O gaucho é metido a socialista, acha que tudo deve ser pago pelo governo. Trabalhar que é bom, não mesmo. Não é por outra que as fábricas vão se mandando do estado. Em 2018, o gaucho deve eleger outro petralha como governador. Quem sabe o Raul pont...??? aí sim voltaremos a idade da pedra.

Anônimo disse...

é a crise em que o pt colocou o pais as empresas agonizam e tem q se virar p conseguir resistir

Anônimo disse...

....e os fechamentos de fábricas e lojas não vão parar tão cedo.
O governo Federal solta foguetes com o crescimento do PIB, mas quando acabar a safra agrícola tudo volta à realidade.

Anônimo disse...

Acorda meu, já não é mais o PT a muito tempo!

Anônimo disse...

? Tá loko...tu acha que se resolve a merda do PT em 30 dias? Acorda tu idiota.

Anônimo disse...

Não aguentaram a concorrência. É mais cara e não convence os consumidores que preferem congêneres à base de milho. Se aumentar o preço teria que concorrer com as artesanais, cujo público prefere a variedade e a qualidade. Ora, vejam só, as cervejas artesanais desenvolveram um nicho que as grandes cervejeiras esnobaram por muito tempo. Agora não tem volta. E não adianta comprar uma marca artesanal, porque as tentativas de "melhorar" o produto logo serão percebidas. Que sinuca!