quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Temer faz ajuste ao contrário e concede polpudos reajustes para os trabalhadores da primeira classe (servidores públicos)

Em sua newsletter de hoje, Ricardo Bergamini diz que o governo federal dá exemplo para o mundo de como se faz um ajuste fiscal para cobrir um déficit da ordem de quase R$ 600,0 bilhões em 2016, sem prejudicar o trabalhador.Um grupo de trabalhadores de primeira classe (servidores públicos) composto por 13,3 milhões de brasileiros (ativos, inativos, civis e militares) que representam apenas 6,39% da população brasileira, sendo 2,2 milhões federais, 4,6 milhões estaduais e 6,5 milhões de municipais, gastaram em 2015 o correspondente a 15,31% do PIB. Esse percentual representou 47,19% da carga tributária, que foi de 32,44% do PIB em 2015.

O presidente Michel Temer decidiu tomar duas medidas para agradar a sua base aliada no Congresso e categorias profissionais que não tiveram projetos de reajuste salarial aprovados este ano. Segundo O Globo, Temer pretende liberar emendas empenhadas nos últimos anos para atender os parlamentares e lançar, por medida provisória, um pacote de aumento salarial para auditores da Receita Federal, médicos peritos do INSS, auditores do Trabalho e servidores do Ministério das Relações Exteriores.

De acordo com o jornal, os reajustes serão em torno de 28% e deverão ser pagos de maneira escalonada, a exemplo das correções aplicadas a outras categorias contempladas ao longo do ano. O valor das emendas a serem liberadas ainda não foi divulgado. O governo fez levantamento de todas aquelas estavam empenhadas, ou seja, tinham promessa de liberação, desde 2007.

19 comentários:

Anônimo disse...

Políbio,

Esperar "o que" do VICE da Dillma??

Espero que o TSE faça sua parte.

JulioK

Anônimo disse...

Alguma novidade nisso?
Quem não sabe que é assim?
Falam,falam,e tudo continua do mesmo jeito.
Isso vem de séculos dos tempos dos Mandarins na China.
E nunca vai mudar.

Anônimo disse...

I R R E S P O N S A V E L

Anônimo disse...

Mudou para ficar como estava.Brasil, País de Todos lascados, ou quase todos.

Anônimo disse...

Assunto perigoso, quando se fala em percentual de reajuste é necessário e obrigatório comentar qual o período de meses.

Caso contrario sempre ira imaginar-se que o período é anual e as vezes é maior.
Os 28% são quantos meses ??????

Vamos qualificar a informação e não jogar números soltos.

ARS disse...

Sugam até o tutano essa casta de parasitas.

ganhatudo disse...

Eu discordo.
Esses para quem o Temer vai dar reajuste, citados na matéria não sçao trabalhadores de primeira classe.
Na melhor das hipoteses, para eles, são trabalhadores de segunda classe.
Os da Primeira classe são os magistrados e procuradores.
Ou eles não são trabalhadores?
É. Há controversias. Talvez sejam marajás, pois de tantos penduricalhos que recebem podem se enquadrar nessa condição.
Pode isso Arnaldo?

Gustavo disse...

o pagador de impostos banca.. e não come.

Anônimo disse...

Fomos enganados, de novo!
Bem, o cornuto é sempre o último a saber.

Anônimo disse...

Segundo o presidente Temer e sua brilhante equipe, a culpa da crise é o Zé que recebe 880 pilas do INSS.

Alberto disse...

Essas sacanagens parecem não ter fim. Difícil acreditar nesse país.

Anônimo disse...

eu sou servidor publico estadual, e meu salario esta' congelado desde 2012.
Legal né Políbio?

iniciativa privada, reclama, reclama, mas tem aumento todo ano conforme acordo-coletivo.


Anônimo disse...

Com ou sem crise, a demanda pelos serviços públicos SEMPRE aumenta e NUNCA diminui.
Vocês querem o quê? Escravos no serviço público?
A escravidão acabou no séc. XIX.

Anônimo disse...

essa charge diz tudo...

cadê aqueles caras que gritavam "fora ditadura"?
agora nós estamos sentindo a dita "dura" de verdade...

Anônimo disse...

- É por estas razões, ou seja, porque certas classes no BRASIL se acham e se sentem superiores, e são assim atendidos, que Político nenhum tem credibilidade.
Arrocha-se os trabalhadores da iniciativa privada, sem reajuste, sem estabilidade, sem aposentadoria, sem assistência médica, sem segurança, mas se concede reajustes acima da inflação sempre para os mesmos. É a TIRANIA DO PODER PÚBLICO explorando a iniciativa privada.
Pergunto: Quem mentiu de que a Escravidão acabou?

Anônimo disse...

Anônimo disse...

Os países africanos vivem em guerra civil permanente por causa das grandes jazidas minerais que geram royalties que são pagos para a facção que está no poder...Por aqui as jazidas são o sangue dos brasileiros...em que a Nobreza branca e a nobreza vermelha disputam o BUTIM fiscal do pais para dividirem entre si e voltar uma migalha para o povo....em nome do qual são recebidos todos os impostos...A Nobreza são todos aqueles que se aposentam com salários integrais e estão fora do INSS...a branca sempre existiu desde a colônia.. a vermelha é fruto da CF de 88 a falsa cidadã...O povo é aquele que trabalha duro para manter o império.. a nobreza é aquela que trabalha pouco, vive em greve quase permanente, tem dez feriadões por ano e alguns até três meses de férias...E como a nobreza cresceu demais nos últimos vinte anos o povo está na maior miséria para que o estado possa sustenta-la...em que pese as indústrias modernas que o pais tem.. Uma nobreza já é demais.. com duas nobrezas, vamos ter que pedir a Tramontina ai do sul fabricar muitas guilhotinas... só assim...

Anônimo disse...

Anônimo disse...

Trabalho com minha pequena empresa de construção há 30 anos..conheço a fundo como funciona a corrupção..Minha empresa não é rica porque nunca entrei na corrupção grauda..da miuda ninguém escapa e sem aquela taxa por fora de 2 a 5 mil reais um alvará só sai em 18 meses...corrupção existe até na compra do cafezinho da repartição...á simples : consome-se dez quilos de café por mês...compra-se 20 kilos..mas recebe-se 10 kilos, mas o recebedor atesta que recebeu 20...e reparte a diferença com o vendedor.. a licitação foi perfeita e o produto consumido.. numa investigação ninguém consegue achar nada...existe mil e uma maneira de burlar uma concorrencia...Todas essas listas dos palácios na verdade só é entregue uma pequena parcela das mercadorias.. mas as notas fiscais vem cheias, com entrega total...ai está o X da questão...Se os ocupantes dos palácios comessem tudo isso pesariam 400 kilos cada um....Isso só é assim porque o Poder Judiciário é a mãe de todos os corruptos do Brasil...corruptos pertencem a nobreza...e a justiça só julga os plebeus...de que as penitenciarias estão cheias...

Roberto disse...

Realmente, nossa pátria é inquebrável! Continuamos cometendo erros primários em matéria de administração e, ao mesmo tempo, reclamamos que o país vai muito mal! Depois fazemos "piada de português"...

Anônimo disse...

Políbio, continuaremos sendo reféns das corporações, seja qual for o governante! Aqui no Estado tivemos o episódio da votação do "duodécimo". Quem teria coragem de brigar com essa turma? rbtownsend@ibest.com.br