A gaúcha Meta quer investir R$ 16 milhões até 2020

A Meta, RS um dos maiores players de tecnologia brasileiro e com atuação internacional, quer dobrar o faturamento até 2020. A empresa projeta investimentos de R$ 16 milhões até 2020. 265 profissionais foram contratados desde janeiro deste ano.A Meta tem hoje 1,1 mil pessoas - e 113 vagas abertas - e operações espalhadas por Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. Nos Estados Unidos, o escritório em Miami (EUA) atende clientes com operação no país.

As informações foram prestadas esta semana para a repórter Patrícia Knebel, Jornal do Comércio. 

A empresa reorganizou o seu portfólio de serviços com foco na simplificação, a partir de quatro pilares: Estratégia, Software, Operações e SAP. Uma empresa que antes era atendida pela unidade de Estratégia, ´por exemplo, também passará a poder comprar serviços SAP da Meta, e assim sucessivamente. "Fizemos um cross selling e abrimos novas frentes, aumentando o faturamento nos clientes", informou Telmo Costa. Entre as marcas hoje atendidas estão Lojas Renner, Pão de Açúcar, Hospital Sírio Libanês, Unimed, Santander e GetNet.

Dos investimentos de R$ 16 milhões previstos em três anos, R$ 10 milhões são de recursos próprios, e o restante, via Bndes.