Entrevista, Antonio Sartori, diretor da Brasoja - A crise política paralisou as vendas da safra de verão

O editor procurou esta tarde o diretor da Brasoja Agro, Antonio Sartori, para saber de que modo a crise política impacta as vendas dos grãos da safra deste verão:

- Está tudo parado.

Eis a conversa:

Parado, como ?
O produtor, como todos nós, vivemos momentos de grande incerteza. Parou tudo.

As vendas ?
Sim.

Como fica ?
Não fica. Há poucos dias, quando começou a história da JBS, o dólar saiu de R$ 3,13 e foi para R$ 3,43. Agora está em R$ 3,28 e pode ir a muito mais. O pessoal da soja, das commodities, aguarda o desfecho da crise política. A economia brasileira sofre muito.

6 comentários:

Anônimo disse...

Está parado porque os grandes plantadores estão esperando o dolar aumentar. Simples assim.

Anônimo disse...

Agradeçamos a forma atabalhoada e midiática de agir de Fachin e Janot, parecem "excelentes" médicos que curam o câncer, mas matam o paciente.

Anônimo disse...

Anônimo das 14:46h, o dólar já subiu e se subir mais estaremos em breve mendigando à moda Venezuelana.

Anônimo disse...

Faltou o inteligente dizer que a política cambial do governo Temer/PMDB - que quer baixar a inflação a qualquer custo - está quebrando o único setor que dá certo no Brasil que é a agropecuária

Anônimo disse...

Conversa, querem é mais especulação do dólar.

Anônimo disse...

A crise não tinha acabado?