Caixa Federal também entrou na dança da corrupção nas operações de hoje da PF

Além da operação sobre Arena Dunas, que resultou na prisão do ex-deputado e ex-governador Henrique Eduardo Alves, ele e o ex-deputado Eduardo Cunha são alvos da operação sobre fraudes na Caixa, que é mais uma etapa da Sepsis e Cui Bono. Além de Cunha e Alves, há mandado de prisão para outras três pessoas. Um dos focos da investigação são desvios no fundo de investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A ação desta terça foi baseada em informações das delações premiadas de ex-executivos da construtora Odebrecht.

De acordo com o MPF, os investigados praticaram, de forma continuada, os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro e que, mesmo com as investigações em curso, continuam agindo para ocultar mais de R$ 20 milhões que teriam sido recebidos por Eduardo Cunha.

Ainda segundo o Ministério Público, há indícios de que os investigados movimentaram irregularmente recursos no exterior entre 2011 e 2015.

2 comentários:

Anônimo disse...

pt deve ser extinto meteram as garras em tudo, tudo, tudo, por isto nao querem privatizar querem continuar roubando nossas estatais este partideco imundo demniaco tem que levar multa de mutos e muitos bilhoes

Anônimo disse...

O pt meteu as patas por tudo este partideco tem q ser cassado