Vazamento que prejudicou jornalista da Veja é um ataque à liberdade de imprensa

A publicação da conversa entre po jornalista Reinaldo Azevedo e Andreas Neves provocou protestos de jornalistas e da Associação Brasileira de Imprensa (ABI).

Em nota, a ABI disse que “considera que a Procuradoria-Geral da República (PGR) violou o sigilo da fonte, assegurado pelo artigo 5º da Constituição Federal”. A ABI acusa o procurador-geral Rodrigo Janot de praticar “intimidação e retaliações a jornalistas”. E diz que espera que “este episódio não se repita e que as investigações prossigam dentro do ordenamento jurídico do país”.

A PGR reagiu às críticas. Em nota, afirmou que “não divulgou, não transcreveu, não utilizou como pedido, nem juntou o referido diálogo aos autos”, mas não disse que não vazou. Aliás, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes criticou o que chamou de vazamento. Em nota, disse que “a lei 9296 é clara ao vedar uso de gravação que não esteja relacionada com o objeto da investigação”. Para ele, o vazamento da conversa do jornalista Reinaldo Azevedo “é um ataque â liberdade de imprensa e ao direito constitucional de sigilo da fonte”. A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, também em nota, disse que “o Supremo tem jurisprudência consolidada de respeitar integralmente o sigilo da fonte”. E que reitera o “seu firme compromisso, de lutar, e agora, como juíza, de garantir o integral respeito a esse direito constitucional”.

A PF divulgou nota, dizendo que fez as gravações por decisão judicial. 

19 comentários:

Anônimo disse...

Parece que todos estão se dando o direito de avançar o sinal. Ficou ruim pra PGR. Muito

Anônimo disse...

Quem será punido. Fora Janot.

Anônimo disse...

A revolução vermelha segue seu curso...Se o congresso não pará-la vão enforcar o ultimo do PMDB com a tripa do ultimo Tucano....é hora dos covardes irem para casa e dar lugar aos corajosos...até na FFAA está havendo estremecimento da comandancia com a oficialidade...O MPF persegue corrupções de milhares de reais do PMDB E PSDB e finge que não vê as corrupção de dezenas de bilhões dos chefes deles.. além de proteger os bandidos deles..O PJ está integrados por militantes partidários e não por juízes...Os senadores erraram feio ao permitir isso nos ultimos dez anos.. Agora os militantes da causa persequem quem os sabatinou...o cenário é de caos e terra arrasada...O mercado financeiro mantém se calmo, mas a qualquer sinal de confusão estoura a boiada...

Mordaz disse...

Ele só foi vítima dele mesmo. Quem usa vazamentos para detonar os outros não pode se queixar de ser atingido pelo mesmo método "jornalístico"! A fonte que vazou para outros jornalistas também está protegida pela lei do sigilo da fonte. Vai dizer que não foi um baita furo jornalístico?

NelvisBr0 disse...

Ele entrou numa fria, quem estava sendo grampeada era a irmã do Aécio e não ele. VCS, imprensa como um todo, estão distorcendo os fatos!!!!! Nada a ver com o sigilo da fonte.

Anônimo disse...

Esse Janot, que na juventude foi do PCdB, está mostrando as garas e deveria ser removido. Mas o STF não vai afastar e o Congresso não tem força. O Gilmar Mendes é outro que mostrou que é tucano da gema. como no STF tem 7 petistas, estamos ralados. Luladrão até poderá ser preso, mas logo ganhará um habeas.

Só as FFAA para acabar com essa esculhambação.

Anônimo disse...

FORA JANOT!

Vajra Prema disse...

NÃO SOBRARÁ PEDRA SOBRE PEDRA!
#Tchau, Tchau, NUNCA Mais!
#NãoTenhoBandidoDeEstimação

Anônimo disse...

Mordaz, servidor público não vaza, é quebra de sigilo funcional, crime. O Senhor tem o conhecimento, pelo jeito só para os seus.

Emmanuel Carlos disse...

Em resumo, esse Janot - petista confesso - deve ser afastado de seu cargo: deixou livre a dupla caipira que assaltou o Brasil e ainda quer posar de herói. É visível que dá proteção ao bando, colocando-os em lugar seguro onde a justiça brasileira nunca vai alcançá-los ...

Anônimo disse...

Quando é Jornalista de direita é ataque a "liberdade de imprensa", mas quando é de esquerda é jornalista vagabundo?

O Rei está colhendo o que plantou, quando os vazamentos, também ilegais, eram contra Petistas familiares de petistas ele apoiou, agora a Lava Jato atropelou os direitos dele, ou seja, pimento nos olhos dos outros é açucar.

Anônimo disse...

Um vazamento de uma fita sem ser auditada, uma acordo de delação sem punição, um vazamento de fonte de um jornalista. Quem está pagando Janot para vazar estas informações ou para permitir que venham a público?

Anônimo disse...

A revista VEJA despediu o jornalista Reinaldo Azevedo , um colaborador de 15 anos de casa. Reinaldo Azevedo , nos últimos dias, vinha escrevendo contundentes e bem escritos artigos sobre a cilada que armaram contra TEMER. Não sou fiel leitora de Reinaldo, mas fico apreensiva quando um jornalista é despedido por suas opiniões e vítima de um " vazamento" . Tia Glória .

Anônimo disse...

Se não houve crime praticado por Azevedo então foi um ato extremo fascista para intimidar e prejudicar quem não concorda com Janot e Fachin. Golpe típico ao estilo Erdogan.

Anônimo disse...

Frangonalda mereceu

Anônimo disse...


Realmente parece não haver nada demais.

Apenas q o Reinaldo não tinha apenas 4 empregos. Tinha mais um e seu patrão era o Aécio.

O legal desta brigas é que todo mundo coloca m... no ventilador.
Somente assim a macacada do sub-solo - i.é., nós, trouxas, pagadores
de impostos - ficamos sabendo de alguma coisa que tá rolando nos
bastidores. No resto, as notícias são todas muito bem filtradas.
Inclusive internet, blogs, face e whatapp.

Vitor disse...

Reinaldo Azevedo, de mais ou menos um ano para cá, se especializou em defender os corruptos da política e atacar indiscriminadamente a Lava Jato e Sérgio Moro. Agora está apenas colhendo o que plantou. Jornalista vendido, sempre parcial quando se tratava de escândalos envolvendo seus amigos do PSDB. A Veja realmente anda bem ruinzinha mas, independente disso, a demissão do Reinaldo foi bem aplicada (são dois problemas diferentes: a decadência da Veja e a do Reinaldo). Ou limpamos o país dessa corja de bandidos de todos os setores da política - do PT ao PSDB - incluindo os jornalistas vendidos que viram capachos de um ou do outro lado, ou então nosso país continuará sendo a mesma porcaria de sempre. É hora de escolher.

Anônimo disse...

para mim ataque a imprensa é um dito jornalista se dizer imparcial sem rabo preso etc... e trabalhar como "pena de aluguel" para grupos políticos ou econômicos e outra a gravação era na presidiaria irmã do Aecio e ninguém mandou o tal jornalista ligar

Anônimo disse...

KKKKK..Pegaram o Reinaldo (todo mundo sabia que ele era muito íntimo do PSDB),atacava lava-jato,PGR,Janot,Moro..O editor gostava muito dele também,sempre colocava suas colunas duvidosas em seu blog.