TCE acata denúncia de servidores ligados ao governo Tarso Genro e inicia inspeção especial na TVE.

A pedido de um grupo de servidores ligados ao governo anterior do PT, Tarso Genro, o procurador Geraldo da Camino pediu e o TCE decidiu iniciar diligências para examinar denúncia não comprovadas de algum impedimento contra a atuação do Conselho Deliberativo da entidade, de suposta irregularidade na nomeação de cargos em comissão em cargos vagos no quadro de servidores e de suposta irregularidade no Acordo de Cooperação com a Associação dos Amigos da Fundação, além da análise sobre captação e gestão dos recursos públicos pela associação.

O presidente da Fundação Piratini, Orestes de Andrade Júnior, afirmou ontem que a TVE ainda não foi notificada, mas considerou que “a fiscalização será oportunidade para demonstrar a transparência na condução da Fundação”,