Elevação da confiança do consumidor aponta para estabilização da atividade econômica

Em linha com o resultado da Sondagem da Indústria conhecido na última segunda-feira, a Sondagem do Consumidor da FGV divulgada há pouco, também indicou melhora da confiança em maio, corroborando a avaliação de economistas como os do Bradesco, de que a atividade econômica apresenta sinais de estabilização. Assim, o índice de confiança do consumidor atingiu 84,2 pontos neste mês, o equivalente a uma alta de 2,0 pontos em relação a abril. 

O resultado reverteu parcialmente a queda registrada em abril. Aexpçicação é de que houve avanço de 3,5 pontos do componente de expectativas. Já o componente de situação atual recuou 0,3 ponto, atingindo 70,5 pontos.