Produtor rural terá que contribuir para a Previdência

O secretário da Previdência, Marcelo Caetano, disse nesta quarta-feira, que pequenos produtores rurais - em alguns casos, isentos de contribuição previdenciária - terão que contribuir para ter direito à aposentadoria caso a proposta de reforma da Previdência encaminhada pelo governo seja aprovada no Congresso.

Durante debate sobre o tema promovido pela revista Istoé Dinheiro, em São Paulo, Caetano afirmou que a contribuição dos trabalhadores rurais não será alta, com alíquota parecida à cobrada dos microempreendedores urbanos, que pagam 5% do salário para ter acesso ao benefício.

"Não fazemos reforma para ter superávit na Previdência rural. Continuará havendo déficit. Mas terá uma contribuição", comentou Caetano.