Mesmo violando a lei, como fez o Uber, Sindimotos resolve criar serviço de mototáxi em Porto Alegre

O Sindicato dos Motociclistas do Rio Grande do Sul anunciou hoje que pretende implantar mototáxis em Porto Algre.

O serviço será prestado a partir da semana que vem, 1o de maio.

Motoqueiros já atendem interessados, mas só agora farão isto publicamente.

Da mesma forma que fez o Uber, o Sindimoto quer impor sua vontade sobre o que diz a lei.

5 comentários:

Anônimo disse...

E daí? Se é bom pro consumidor tem mais que fazer mesmo. E só é contra lei porque vereador em POA só vira pensando no seu interesse.

Ricardo Teixeira disse...

O que vale nesse país é a ILEGALIDADE , e é apoiada pelos hipócritas que usam serviço ilegal sob o pretexto de pagar o mais barato!! Apoiam a pirataria, o ilegal, depois tem a cara de pau de falar que é pela justiça!!

Anônimo disse...

MAS AGORA EXISTE UMA LEGISLAÇÃO que regulamenta os serviços de transporte individual por meio de aplicativos!

A situação hoje é muito diferente de um certo tempo atrás...

Anônimo disse...

Porque não? Todos são iguais perante a lei,certo?Então deixem os motoqueiros trabalharem.Em breve teremos trabalhadores puxando os conhecidos riquixás com turistas e fazendo pequenas entregas.Por pior que pareça,é um trabalho limpo,afinal,quem puxa carroça cheia de lixo,pode pedalar um triciclo com duas pessoas e viver com mais dignidade.

Anônimo disse...

Nada contra...problema de quem quer andar de moto no meio deste transito maluco...Façam seguro...por que vão precisar..