Cai decisão esdrúxula da juíza federal gaúcha sobre propaganda da reforma da previdência

Foi derrubada a decisão da juíza federal gaúcha Marciane Bonzanini, que proibiu toda e qualquer propaganda do governo sobre a reforma da previdência.

A juíza não proibiu a propaganda contrária, mesmo paga com o dinheiro do imposto sindical.

9 comentários:

Anônimo disse...

Mais uma juíza defensora do parasitismo corporativo estatal.

Anônimo disse...

A justiça brasileira apetralhou-se mesmo.

Unknown disse...

ESQUERDALHA CAVIAR!!!

imprensalivrers disse...

Esdrúxula é a coluna do Polifio!!!

Anônimo disse...

È claro que a nobre juíza, legislou em causa própria.

Anônimo disse...

Governos não devem fazer propaganda, esse é o certo.

Carlos Mota disse...

Depois que pessoas com menos de 60 anos de idade começaram a ser aceitas como juízes, a qualidade da Justiça cresceu como rabo de cavalo: só para baixo.

Anônimo disse...

Esperar o quê de um juiz. Alguém que faz uma faculdade, passa em um concurso, e sem nenhuma experiência passa a julgar casos. Juiz deveria ser um cargo com pré-requisito de no mínimo dez anos de experiência com advocacia.

Anônimo disse...

Esdrúxula mesmo!