Três grandes grupos disputarão as privatizações dos aeroportos de Porto Alegre, Floripa, Salvador e Fortaleza

No caso de Porto Alegre, a outorga deverá custar R$ 123 milhões e a concessionária terá que se comprometer a investir R$ 1,9 bilhão, inclusive para a ampliação da pista em 920 metros (hoje, a pita possui 2,28 mil metros).

Três grupos apresentaram proposta para participar do leilão de concessão dos aeroportos de Porto Alegre, Florianópolis, Salvador e Fortaleza, quinta-feira, na BM&FBovespa. No total, os investimentos esperados são de R$ 6 bilhões. Disputarão os lances a francesa Vinci Airport e a alemã Fraport. Os grupos nacionais, como Pátria, Vinci Partners e CCR, desistiram do certame.

Foram apresentadas oito propostas. 

A maior surpresa veio do fundo de investimento Pátria, que havia se unido com a alemã AviAlliance. Até então, o consórcio era visto como um dos concorrentes mais fortes do leilão.


3 comentários:

Anônimo disse...

O Grupo Patria, ganhou o Leilão de 500 kms de Rodovias de São Paulo.

Gustavo disse...

não tem xing ling na jogada?
que milagre..

Anônimo disse...

chega , KKKK, ELE NEGOU TUDO E AINDA MENTIU QUE NAO CONHECIA CERVERÓ, MAS Q MALEEDITO, MENTIU QUE OS DIRETORES DA PETROBRas sao indicados por competencia, kkk, mas que baixaria do mentiroso, renato duque era um cabeça do luladrao , assim como o paulo roberto costa era bem chegado ao pinguçu , estes adeeeevogados do pinguçu sao fraquissimos , que desculpa esfarrapada e mentirosa o pinguçu deu, os diretores eram indicados por ele e faziam parte da orcrim- tanto que foram presos , cerevró era conhecido há seculos da dilma sim, nunca o luladrao iria colocar um diretor sem o conhecer