Chefe da Lava Jato diz em Porto Alegre que só 5 corruptos tiveram ações transitadas em julgado até hoje

O procurador Daltan Dallagnol, disse ontem a noite, como chefe da força-tarefa do MPF na Operação  Lava Jato, que só 5 corruptos tiveram ações transitadas em julgado até hoje no Brasil.

O editor foi ouvir o procurador na Escola de Direito Verbo.

O balanço da Lava Jato, segundo o procurador:

125 condenados a 1.317 anos de prisão, 730 mandados de busca, 101 prisões temporárias e 91 preventivas, 78 acordos de delação, 260 acusados.

Os cofres públicos terão ressarcimento do valor de R$ 38,1 bilhões roubados pela organização criminosa do PT, chefiada por Lula e Dilma. Foram devolvidos R$ 756,9 milhões e R$ 101 bilhões estão sendo recuperados.