Artigo, Tito Guarniere - A implosão do Fies

Em 25 de novembro de 2015 publiquei um artigo sob o título de “FIES, bomba de efeito retardado”. Os sinais de que o Fundo de Financiamento Estudantil-FIES estava fazendo água já eram bem visíveis. Não era preciso ter o dom da vidência para adivinhar que ia dar rolo, e dos grandes.
 O programa era todo errado. Se o governo de então (Dilma) quisesse bolar um plano para perder dinheiro em um projeto de financiamento estudantil, não poderia ter sido mais competente. O financiamento era de 100% da anuidade e os juros negativos. E não bastassem essas benesses, o aluno de uma faculdade de quatro anos teria 15 anos para pagar, depois de formado!

Era um programa de pai para filho, mas o pai teria de ser muito rico e perdulário, o que não era o caso. Governantes em geral - e os do PT em particular -  ficam meio ensandecidos diante de recursos do orçamento, que lhes parecem inesgotáveis. Cheios de amor para dar e de votos a conquistar, abrem os seus próprios corações, e mais ainda as burras do tesouro.

CLIQUE AQUI para ler tudo.