Artigo, Adão Paiani, advogado - Às armas, cidadãos !

- O autor foi Ouvidor da área da Segurança Pública do RS.

Tenho falado reiteradamente que estamos vivendo uma situação em que a única saída ante a espiral de violência e carnificina nas ruas do Brasil é a desobediência civil.

A justificativa não poderia ser mais óbvia: a vida é o bem maior a ser protegido. Como o Estado não tem condições de oferecer um mínimo de segurança aos cidadãos, esses próprios possuem total legitimidade para fazê-lo.

Nossa sociedade foi estruturada sob um pacto social: o cidadão abre mão da auto-tutela, ou seja, do exercício privado das próprias razões, e a deposita nas mãos do Estado, que assume a responsabilidade de zelar pela sua segurança.