sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Não há como trazer espectadores de volta à TV tradicional

Esta matéria de Maurício Stycer, Folha de S. Paulo, foi copidescada peloa newsletter diária de Cesar Maia e por isto vai na íntegra, como resumida para melhor compreensão do leitor:

1. Demorou um pouco, mas a Globo, finalmente, aceitou que não há mais como trazer para a televisão linear parte do público que a trocou pela internet. O ano de 2016 se encerra com acenos explícitos a este espectador desinteressado em seguir a grade rígida da emissora.  No último domingo (18), no início da tarde, no intervalo de "A Cara do Pai", a Globo informou aos espectadores que o seu aplicativo on-line iria exibir às 16h30 um programa especial sobre os bastidores do "Melhores do Ano", uma atração que a emissora programou para as 17h30.

2. Ou seja, convidou o público a trocar a própria Globo, no momento em que estaria exibindo um filme, "O Espetacular Homem-Aranha", pelo Globo Play (acessível via laptop, smartphone ou mesmo o próprio aparelho de TV), onde poderia ver o blogueiro Hugo Gloss entrevistando atores da emissora.  A emissora também passou a antecipar, em seu aplicativo, a exibição de episódios inéditos de suas séries.  Não que a Globo tenha desistido da TV aberta. Muito pelo contrário. Ela ainda é, no Brasil, o principal motor da indústria audiovisual, na qual estão concentrados os maiores investimentos em publicidade e os principais esforços de criação.

3. Mas me parece altamente simbólico o reconhecimento de que é preciso competir no mesmo campo em que outras gigantes já estão nadando de braçada.  A Amazon, por exemplo, acaba de lançar o seu serviço de vídeo por streaming em 200 países.

CLIQUE AQUI para ler mais.

6 comentários:

Anônimo disse...

NEM TV A CABO QUE SÓ DEFENDE BANDIDO COMO A GLOBONEWS OU DOCUMENTÁRIOS DE COMUNISTAS.


TV NACIONAL É LIXO BOLIVARIANO.

Anônimo disse...

graças a Deus...

quem aguenta, por exemplo, aquele programa da Fatima Bernardes?

mais uma chatice comunista que visa aliciar a juventude com os mesmos assuntos de sempre...

Anônimo disse...

Prefiro o blog do Polibio rs...

Anônimo disse...

O bom disso tudo é que haverá diversidade de conteúdo o opiniões.
Ainda mais,o pequeno produtor ou até qualquer do povo poderá disponibilizar sua produção em várias plataformas. Já estamos sentindo os efeitos desse fenômeno.
Hoje vemos que aquele pensamento que nós tínhamos era comum a muita gente.

Unknown disse...

Não tenho TV a cabo. Nem pretendo ter. Não me faz falta.

Anônimo disse...

Bendito fim programado das benditas novelas da cumadragem.
Velhinhas se orgasmam vendo jovens se beijando na maior putaria de audiência.
Deus é grande.