Prefeito de Cachoeira do Sul anuncia que vai processar jornalista

Uma polêmica envolvendo a casa onde morou o “embaixador da paz dos Farrapos” Antônio Vicente da Fontoura, localizada em Cachoeira do Sul, na região central do RS, está sendo usada pelo prefeito Sérgio Ghignatti (PDT) para censurar o jornalista Cleiton Santos (foto).

Há meses, ocorre uma disputa envolvendo de um lado, ativistas pela preservação do prédio e, de outro, os proprietários, que querem vender o casarão para uma empreiteira. O objetivo é demolir a construção centenária para erguer um prédio de apartamentos, o que está dividindo o Conselho do Patrimônio Histórico da cidade.

De forma inédita, todos os conselheiros indicados pelo prefeito, na maioria, ocupantes de cargos de confiança, compareceram e venceram por 9 x 7...

CLIQUE AQUI para saber mais.

4 comentários:

Anônimo disse...

A alienação em relação ao nosso passado histórico,é vergonhosa.
Onde estão os CTGs?
Será que eles sabem quem foi Antônio V.da Fontoura?

Anônimo disse...

Sugiro observar o "caso" de Uruguaiana! O atual prefeito destombou uma série de prédios históricos tombados. Incluindo ai cercas de pedras jesuíticas, a cabeceira da ponte internacional ( símbolo da cidade) e casas históricas sob o argumento de que " NÃO PODERIA ABRIR MÃO DO IPTU... Imaginem prefeitinhos desses em Roma, Paris, Milão, Londres, etc e tal... Realmente é um horror

Anônimo disse...

Comparamo-nos à America, onde cada site é identificado e preservado, quanta distância e Educação !!!

Gustavo disse...

então quer dizer que os proprietários não podem fazer uso do "seu" patrimônio?