Investigado na Lava Jato, Marco Maia, PT, aparece na lista da CEF

Marco Maia, deputado dio PTque já é investigado na Lava Jato, consta de uma lista da CEF que está sendo investigada pela PF.  Na linha que anota um pleito da CCB e Rio Corrente PCH, do grupo goiano Construtora Central do Brasil, identificada como operação "35 MM + 35 MM", o servidor anotou o nome de Marco Maia, ex-presidente da Câmara. A empresa afirma que buscou, mas não conseguiu o empréstimo na Caixa. A CCB nega contatos com o parlamentar gaúcho. Maia disse à revista Época que nunca ouviu falar das empresas do Grupo CCB, não conhece ninguém da companhia e que não procurou Geddel para tratar de demandas na Caixa. 

Em relação à tentativa de obter empréstimo de R$ 70 milhões, como a planilha sugere, a companhia goiana enfatiza que "nenhum de seus representantes conhece ou manteve algum tipo de contato com o deputado Marco Maia em época alguma".

9 comentários:

Anônimo disse...

Chega de defender metralha. Não precisa uma dúzia de processos pra botar na cadeia: um é suficiente.

Anônimo disse...

O petralha Marco Maia não foi preso ainda?

LUIS disse...

KKKKKKKKKKKK SÓ INVESTIGAR MAIS QUE O VIGARISTA DA FODIDO.......OU VAI DIZER QUE ARRUMOU A FORTUNA QUE TEM TRABALHANDO HONESTAMENTE.....

Gilson Carvalho de Oliveira disse...

Ele já explicou o apartamento em Miami?

Anônimo disse...

E A RECEITA FEDERAL DORME...HHHHMMMMMMM...VIRA DE LADO E DORME...O SALÁRIO TÁ GARANTIDO, NÉ?

Alberto disse...

Aposto que Marco já tem resposta ao estilo Luladrão: "eu não sabia"!

Anônimo disse...

O que esperar de um ex sindicalista a não ser parasitagem corrupta?

Anônimo disse...

Marco Maia é aquele proprietário de mansão em Canoas cuja propriedade foi beneficiada pela instalação de um transformador de energia exclusivo por empresa distribuidora de energia elétrica???

Sitting Bull disse...

Todo petista é um FILHO DA P.... Quem diz isso há décadas é o filósofo Olavo de Carvalho. E ele tá certíssimo.