quarta-feira, 19 de abril de 2017

Produtores de soja seguram a safra na esperança de preços melhores

Os produtores gaúchos de soja estão segurando no campo a sua supersafra, tudo à espera de melhora nos preços. O RS colherá mais de 19 milhões de toneladas.

Isto explica por que apenas 20% da safra foi comercializada até agora, contra 50% na mesma época do ano passado.

Quando o preço da saca estava a R$ 90,00, os produtores esperaram pelos R$ 100,00 aventados por Zero Hora.

Só que agora o preço para o produtor é de R$% 55,00 - e ele não vende.

Há controvérsia sobre a estratégia, porque as safras de soja na Argentina e nos EUA, nossos principais concorrentes, também são e serão abundantes.

2 comentários:

Anônimo disse...

PUJANÇA DA ECONOMIA RIO GRANDENSE É DAR INVEJA AOS PAÍSES ASIÁTICOS!!!!

Economia do Rio Grande do Sul A-R-R-A-S-A-N-D-O e assombrando o mundo!

Recordes e mais recordes na produção de soja, com ótima produção na pasta de celulose (devastando a floresta nativa e plantando pinus e eucalipto), minérios, arroz e erva-mate!

A propósito será que já já resolveram aquele "probleminha" que existia desde a metade do século passado, de como fazer para a escoar a produção passando a porteira da fazenda?


Iremos muuuuuuuuuuuito longe com essa matriz econômica!!!!!




Anônimo disse...

A gigantesca queda dos preços agrícolas no Brasil é atribuída ã política cambial do governo Temer /PMDB que está fazendo de tudo para controlar/baixar a inflação
São bilhões que os agricultores deixarão de receber por causa desta política que está destruindo o único setor que prospera no Brasil que é a agricultura.
Uma pena que os ruralistas estão calados para preservar seu governo