Peleguismo sindical da CUT e do Cpers quer greve geral no dia 28 de abril

A convocação de uma greve geral para o dia 28 de abril foi o principal anúncio do ato convocado por centrais sindicais e pelas frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, no início da noite desta sexta-feira em Porto Alegre e em outras cidades brasileiras. Na capital gaúcha, os manifestantes concentraram-se na Esquina Democrática para o ato contra as reformas propostas pelo governo Temer, especialmente nas áreas da Previdência e da legislação trabalhista.

 No dia 28, a ideia dos sindicalistas pelegos da CUT e do PT é parar tudo, desde a ponte do Guaíba até a BR 116.


Após o ato na Esquina Democrática, os manifestantes seguiram pela avenida Borges de Medeiros até o Largo Zumbi dos Palmares, onde a mobilização terminou.