Opínião - O caso da juíza gaúcha vai para o Conselho Nacional de Justiça

A juíza gaúcha do Trabalho, Valdete Soares, vai responder ao Conselho Nacional de Justiça pelos termos do artigo "Fora Temer", que assinou hoje no jornal Zero Hora (leia a seguir).
O artigo é uma catilinária furiosa contra o governo Temer.
A juíza já tinha se notabilizado ao proibir o governo Sartori de levar adiante o desmonte de cinco Fundações.
Ela violou o que preceitua o artigo 35 da Lei Orgânica da Magistratura (Loman), ou seja, manter conduta irrepreensível na vida pública e particular. Os juízes são proibidos de dedicar-se à atividade político-partidária, de acordo com o artigo 95, parágrafo único, inciso III da Constituição Federal. Isso não significa que não podem opinar sobre questões políticas e partidárias. No entanto, ao atacar furiosamente o presidente Temer e o seu governo, a magistrado imiscuiu-se na política brasileira de maneira claramente oposicionista.
A ocorrência resultará em censura ou penalização ainda mas grave.

34 comentários:

Anônimo disse...

Políbio, põe teus perdigueiros em ação e veja se esta "juizaca" não é parente daquele sindicalista parasita da CUT Quintino Severo

Anônimo disse...

Estava mais que na hora. Basta dar uma passada de olhos no artigo abaixo do Código de Ética da Magistratura lá no CNJ mesmo :

http://www.cnj.jus.br/publicacoes/codigo-de-etica-da-magistratura





Art . 7º A independência judicial implica que ao magistrado é vedado participar de atividade político-partidária

Anônimo disse...

Bom ... não pedindo a volta da Dilma já está de muito bom tamanho !

Já se sabe que o Temer não sai.

Então está tudo certo !

Anônimo disse...

Que ruim, coitada da cidada. Rla assinou como juíza ou como cidadã e contribuinte? e onde fica o direito de opinião e a liberdade de pensamento.
Ditadura acabou ou será que além das eleições indiretas, querem retornar o período da censura. Deixa mulher falar o que pensa, só no diálogo e divergências de opinião é que uma população evolui.

João Paulo da Fontoura disse...


É esse tipo de gente que, com a caneta na mão, destrói as bases do empreendedor micro ou pequeno, quele que gera mais de 50% dos postos de trabalho aqui no Brasil. Com esse tipo, não há justiça, há justiçamento, linchamento. Só falta eles colocarem nos autos um apêndice do tipo, "quem mandou tu te meteres a montar esse teu negócio, gerar empregos, hein? Faça como eu, filhinha de papai, estudei 20 horas por dia, decorrei a Consolidação das Leis da Justiça do trabalho, passei no concurso e, agora, só curtir essa maravilha e emitir loas ao socialismo! País de trouxas. Não sou eu quem diz, é o presidente do Poder Legislativo federal, "a justiça do trabalho não serve pra nada". Está errado o Sr. Maia, serve, SIM, mas pra destruir o mercado de trabalho. Acabem com a Justiça do Trabalho e voltaremos a ter pleno emprego! Abraços.

Anônimo disse...

Ameba Ridícula.

Anônimo disse...

Sendo assim o Gilmar tem que deixar de ser ministro. O Sergio Bermudes dá trabalho para a mulher dele. Ele viaja com o réu Temer, para Portugal, se reúne no final de semana com o Temer, e vai julga-lo como presidente do TSE.Menos editor!

Anônimo disse...

E passou em concursos?

Anônimo disse...

Ué mas e o gilmar pode?

Anônimo disse...

Deixa de conversa, Políbio.
Gilmar Mendes fez pior e nada aconteceu com ele. Nem tu mesmo lançou tuas farpas contra ele.
E vai aprendendo: acima da LOMAN está a Constituição Federal, que garante a livre manifestação do pensamento.
E desde quando criticar as autoridades que tu idolatras e atividade político-partidária?

Anônimo disse...

Tomou partido político publicamente? Não tem condições de julgar nada que tenha implicações política. Ou seja, sobra pouca coisa, quase nada.

Anônimo disse...


Vai receber advertência verbal.

Anônimo disse...

A "querida" vai ser aposentada com vencimentos integrais.

Anônimo disse...

Face a corrupção nos altos escalões da república e todos os esforças que estão sento empreendidos para mais blindagens, será fácil a Juíza se defender.

Poderá ainda aproveitar e informar algumas irregularidades cometidas.

Anônimo disse...


O Presidente deveria estar num presídio, ou mais politicamente correto, numa cadeia.

Anônimo disse...

censura à juíza desses fdps que golpearam o Brasil e desses outros fdps q apoiam a censura no brasil

Anônimo disse...

Como sempre, olhem o Facebook da juíza Valdete Souto. É Esquerdismo puro. Compartilha de Vanessa Graziottin a Carta Capital. Não precisa dizer mais nada.

Anônimo disse...

Depois não querem que se fale (mal) da Justiça do Trabalho. Que papelão, Magistrada...

Anônimo disse...

Será castigada com aposentadoria compulsória com vencimentos e vantagens integrais.
Tudo pago pelo povo brasileiro.
Além disso,ela poderá livremente assinar ficha no PT.

elias disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Penaqlização de juiz? No bananão?

Aposentadoria imediata com salários integrais e vitalicio!

Eu quero ser penalizado...

Anônimo disse...

O Moro que coloque a barba de molho, ele esta em Boston para dar palestra em dia útil, lugar de juiz é na corte, tá começando pegar mal.

Anônimo disse...

O artigo 35 da Loman se aplica ao Juiz Gilmar Mendes, do STF? Esse vive dando pau no PT em rádio, TV, plenário do STF, fala até pelos cotovelos, onde está o Conselho Nacional de Justiça? O mesmo Juiz, que é Presidente do TSE, ou seja, vai Presidir e votar pela Cassação do Traíra e dos direitos politicos da Dilma, já foi flagrado pela Imprensa reunido com o traira e o gato angorá no Palácio Jaburú.

Tem outros casos, como o do Juiz agiba Catta Preta Neto, juiz da 4ª Vara do Distrito Federal, que pediu nas redes sociais a derrubada da presidente Dilma Rousseff com um argumento curioso: se ela caísse, o dólar também cairia e ficaria mais barato para ir a Miami ou Orlando, nos Estados Unidos; em outro post no Facebook, ele divulga foto com a família em manifestação contra o governo e escreve "fora dilma"; o juiz também revelou seu voto no senador Aécio Neves (PSDB-MG) no segundo turno das eleições presidenciais em 2014, com a mensagem: "missão cumprida"; magistrado já excluiu sua conta no Facebook e criou uma nova, mas as publicações foram registradas....

FAÇANHA FASCISTA disse...

Esse Temer é um exterminador dos direitos trabalhistas e previdenciários do povo brasileiro. A juíza tem mais é de meter a boca no trombone.

Anônimo disse...

Moro fazendo escola, mas o moro pode né polibio???

Anônimo disse...

Mais uma vítima do vírus cognitivo do marxismo chulé.Sua ação faz com que o bestunto fique presa de necessidades especiais (policamentecorreceização...), reduzindo à força o universo a apenas 2 categorias sertanejas:"Oprimido & Opressor". Trata-se, o caso da senhora essa aí, de infecção grave. Casos extremos dela podem ser encontrados no campus da UFRGS. As vítimas têm o olho rútilo, o lábio fremente, estendem faixas com dizeres como: "Coletivo de Negros e Negras contra o feminicídio." No estágio final, o infeliz morre de inanição: com os 4 membros firmemente plantados no chão, não atina pastar...

Unknown disse...

"Cachorro que come ovelha, só matando prá parar"!!!

Anônimo disse...

Vai ver será aposentada com vencimentos integrais como "punição"!!!

Anônimo disse...

Esta é a isenção de nosso judiciário, não é por acaso que as dívidas trabalhistas destruíram e destroem empresas como a CEEE, há toda uma rede de benevolência ideológico-sindicalista que gera benefícios absurdos a alguns.

Anônimo disse...

Vão aposentá-la? Juiz no Brasil, quando comete infrações, deveria ser severamente punido, uma vez que deveria ser garantidor da justiça. Aos contrário, juiz que infringe as leis é sempre agraciado. Alguém conhece algum juiz que foi preso, perdeu o cargo e o salário ou teve seu patrimônio confiscado.

Anônimo disse...

Não mexam com a Val!!! Mexeu com a Val, mexeu conmigo!!!!

Anônimo disse...

Acabar com a justiça do trabalho. Cara, tua ignorância abrange restritamente o campo do teu negócio, que, pelo que tu escreveu, deve basear-se no tipo "quer trabalhar? É assim e com esse salário, se não quer tem quem queira." Amigo, as leis não são feita por juízes, mas sim pelo executivo, aquele mesmo que tu elege. Os juízes apenas a aplicam. Então, se tu achas que a justiça do trabalho acaba com o mercado é porque tu não tem a capacidade de enxergar o outro lado, o do trabalhador, aquele que tem alguns direitos garantidos na CF, na CLT, enfim, coisas que talvez tu desconheça. Outra informação pra você que pede o fim da JT, é que ela, diferente de muitas, é superavitária! Arrecadação mais do que gasta. Informe-se,não se baseie apenas no que diz a veja, tampouco em declarações de políticos escrotos que nem o Maia. O fim dá Justiça do trabalho, que tu pedes, seria o mesmo que regredir quase 100 anos, ou seja, voltar a trabalhar em troca de um prato de comida. Se essa não é a tua situação, ótimo, mas saiba que é da maioria!

Anônimo disse...

Moro em três anos de lava-jsto, julgou e condenou mais de 80 corruptos enquanto os velhinhos do SPTF não condenaram ninguém até o momento. Vai pegar mal para quem cara pálida??

Anônimo disse...

Justiça do Trabalho- não tem preço
Copiem doso Estados unidos ou do P#ta q pariu
Os caras que trabalham, tentam chegar nos EUA, a qualquer preço, os outros querem Justiça do Trabalho

Anônimo disse...

Aproveito o comentário sobre esta Juiza , militante política , com FORO, para colocar os números do FORO PRIVILEGIADO. No BRASIL há 33 MIL autoridades com FORO PRIVILEGIADO ; na CHINA , 3 MIL com FORO e, nos EUA , ZERO. Depreende-se , portanto, que nos EUA todos são , realmente , iguais perante a LEI .!!!