Inflação do aluguel, IGP-M, surpreende com queda de 1,1%. Começou para valer a queda dos preços.

Os dados mais recentes de inflação seguiram surpreendendo para baixo as expectativas do mercado, reforçando a visão de que o IPCA encerrará o ano com variação abaixo da meta de 4,5%. 

O IGP-M, a chamada inflação do aluguel, registrou queda de 1,10% em abril, de acordo com os dados divulgados há pouco pela FGV, abaixo da mediana das expectativas dos analistas do mercado (-1,02%). 

A desaceleração em relação a março, quando tinha avançado 0,01%, refletiu a maior deflação do IPA agropecuário, que passou de uma a queda de 0,99% para outra de 4,30%, assim como a reversão do IPA industrial, cuja queda de 0,85% neste mês sucedeu a alta de 0,13% observada anteriormente. O IPC também apresentou ligeira desaceleração, passando de uma alta de 0,38% para outra de 0,33%. Por fim, outro fator que contribuiu para a deflação no período foi o movimento do INCC, que passou de uma alta de 0,36% em março para uma queda de 0,08% neste mês. 

2 comentários:

Anônimo disse...

Caindo o consumo cai tudo junto

Façanha, o advogado do povo disse...

É A MISÉRIA DO TEMER TOMANDO CONTA DA ECONOMIA.