Deputado do PMDB, relator do caso, quer liberar 100% das terras para investidores estrangeiros

Eles querem entregar tudo aos estrangeiros.

Projeto de venda de terras ficará mais liberal.Texto que será apresentado acaba com limite para compra por investidores estrangeiros

A venda de terras de fronteira brasileira a investidores estrangeiros não terá limite de tamanho, no que depender do deputado Newton Cardoso Júnior (PMDB-MG), relator do projeto na Câmara. O texto apresentado por ele, ontem, ao presidente da Casa, Rodrigo Maia (PMDB-RJ), um substitutivo ao projeto que tramita atualmente, acaba com o limite de 100 mil hectares por investidor, com possibilidade de arrendamento de mais 100 mil hectares.

Segundo Cardoso, o novo texto foi fechado na quarta-feira passada e discutido com o governo, via Casa Civil. 

Nem todo local ficaria liberado: não se poderia adquirir terras, por exemplo, na região do Bioma Amazônico, em áreas com 80% de reserva legal e em regiões de fronteiras.

O projeto de lei que trata da venda de terras a estrangeiros, o PL 4952/2012, tramita na Câmara em regime de urgência há cerca de um ano e meio.