Artigo, Cristiano Romero, Valor - O funcionalismo e a greve geral

Adesão a movimento será maior no serviço público.

As centrais sindicais prometem promover, na sexta-feira, "greve geral" com o objetivo de protestar contra a tramitação de duas reformas institucionais propostas pelo governo: a trabalhista e a previdenciária. De antemão, já está claro que as categorias que mais vão aderir ao movimento são as do serviço público. A tática é paralisar principalmente os transportes, impedindo que a maioria dos trabalhadores saia de casa para trabalhar.

A participação de funcionários públicos tem um lado anedótico - quando era sindicalista, o ex-presidente Lula costumava dizer que, sem corte de ponto, greve de funcionário público é férias - e outro bem mais sério. Quando se debatem contra mudanças na super-deficitária Previdência, os empregados do serviço público estão apenas defendendo seus interesses, que eles sabem contrários ao da maioria da população brasileira.

Em 2003, Lula chegou ao poder e, em poucos meses, enviou ao Congresso Nacional projeto de emenda constitucional propondo a unificação das regras de aposentadoria de funcionários públicos e trabalhadores celetistas (INSS).

(...)

A batalha para a aprovação da PEC de 2003 foi renhida e custou a Lula, num primeiro momento, um naco do PT. 

CLIQUE AQUI para ler tudo.

15 comentários:

Anônimo disse...

Com o fim do imposto sindical obrigatório vai acabar um grande problema do país: as greves políticas. Não haverá mais grana nem mesmo quem se proponha a suportar a vida nababesca e o "dolce far niente" da pelegada. Agora, só sindicalista de verdade.

Unknown disse...

Serviço Público que sonega e não presta serviços é um terreno fértil para a vadiagem!!!
Acordem governantes!!!
Acorda sociedade brasileira: vocês trabalham para sustentar pelegos e maus servidores públicos que "comem o teu queijo" e deixam a sujeira para vocês limparem(pagarem)!!!
Todo esforço nacional é consumido para assegurar vantagens, benefícios, penduricalhos e pixulecos que até podem ser legais, porém imorais!!!
Nem vou falar do Genocídio Social(saúde, segurança e educação) em curso... é crime um hediondo contra a nação brasileira!!!

Anônimo disse...

MAS AQUELES QUE SÃO A FAVOR DAS REFORMAS, não estão se mobilizando!

Não vemos pessoas nas ruas com adesivos e bandeiras a favor das reformas trabalhistas e previdenciárias!

Não foi possível ver nenhum movimento de grande magnitude a favor das reformas!

Porque as pessoas não fazem um contraponto e não se vestem de verde e amarelo e invadem as praças e parques a favor das reformas?

Se existe uma massa de sindicalistas e movimentos de esquerda que gritam :"FORA TEMER", porque a outra parte da população não se mobiliza e cria o movimento antagônico: "FICA TEMER"????

É simples assim.

Anônimo disse...

Greve no serviço público? Nem será notada pois a maioria é da esquerdalha vadia e patife e os servidores decentes sofrem o patrulhamento ideológico e a pressão das chefias. Prova está que os alunos gaúchos aprendem mesmo com o CPERGS sempre de greve. Grevista é dispensável e um ônus permanente à sociedade.

Anônimo disse...

Programação da Greve Geral do dia 28 de Abril
7:00h. Primeiramente, "Fora Temer".
7:30h. Café com pão e Mortadela "grátis"
8:30h. Berrar "Lula, guerreiro do povo brasileiro!"
9:30h. Show do Tico Santa Cruz
11:30h. Atos de vandalismo
11:45h. Inalação de gás lacrimogênio
12:30h. Almoço
13:30h. Oficina de língua francesa. Tutora: Dilma Roussef
14:30h. "Apanhar" da PM
15:30h. Show da Preta Gil
16:30h. Mesa redonda. Convidados especiais: PCC e Comando Vermelho
18:00h. "Apanhar" da PM
19:00h. Pausa para descanso
20:00h . "Apanhar" da PM
21:00h. Berrar "Fora Trump!"
22:00h. "Apanhar" da PM
22:30h. Encerramento

Unknown disse...

Feriadão de "Foncionário" Público com ponto abonado!!!
Quer mais???
Não prestam serviço, ganham bem, tem estabilidade e privilégios(legais mas imorais)!!!

Unknown disse...

Essa corja confunde os trabalhadores!!!
Estão fazendo política partidária com se fosse sindical!!!
E os otários embarcam!!!
Acordem trabalhadores!!!
Não foram seus patrões que mudaram as leis, foi o Congresso Nacional!!!
Portanto, é lá que vocês devem reclamar!!!
Se pararem o Congresso, talvez vocês consigam alguma coisa... o resto é manipulação grotesca das massas trabalhadoras.
Tá certo que a maioria é mercenária... os "mortandelas", vândalos, BlackBlocs, PCC, Sem Terra, Teto e algo mais!!!

Anônimo disse...

ESTE É MAIS UM TÍPICO PELEGO E ASSALARIADO DA FIESP.

Mordaz disse...

Lógico. São os que estão sendo tungados agora. A iniciativa privada já tinha sido há décadas atrás. Está amortecida.
.
Voltamos aos tempos pré 64 em que cada categoria tinha um instituto de aposentadoria. Alguns bem, outros em ruína. Agora, incluindo os servidores públicos. Baita retrocesso.

Anônimo disse...

Polibio, o blog que publicou o artigo se diz da " esquerda democrática" . Um blog que se autodenomina da esquerda democrática é mentiroso .!!!

Anônimo disse...

Anônimo das 13:01, muito útil a publicação do Programa da greve de amanhã. Estarei presente no evento das 13:30 horas , pois quero fazer um upgrade do idioma francês , com a Profa. DILMA. O francês dela, bem como o inglês e o português são impecáveis .!!!

Unknown disse...

Concordo com o anônimo das 12:40...FICA TEMER !!!
Afinal, estás tentando consertar tudo o que provavelmente nem imaginavam os mais céticos oposicionistas do tal desgoverno petista.
Agora é sua vez, já que não tens nem mais idade para ficar levando desaforos destes patifes .
Não precisamos de SALVADOR DA PÁTRIA, mas sim de alguém com atitude e vontade firme para tomar decisões certas e tirar o país deste atoleiro em que estes irresponsáveis nos colocaram.
FICA TEMER!!!!

Anônimo disse...

FORA PELEGOS DA CUT, MST E SINDICATOS VERMELHOS
QUERO MEU DIREITO DE IR E VIR AO TRABALHO NA SEXTA- FEIRA. SAIAM DO EU CAMINHO SEUS SAFADOS

Anônimo disse...

SIM A REFORMA

E A REFORMA TRABALHISTA QUE VAI NOS MODERNIZAR FOI APROVADA NA CAMARA - QUE BOM, AGORA VAI PRO SENADO

Anônimo disse...

TEMER FICA