quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Garis de Porto Alegre entram em greve contra atraso nos salários

Por conta da falta de pagamento pela prefeitura e, consequentemente, por estarem com os salários atrasados, cerca de 500 funcionários da empresa Belém Ambiental, responsável pela coleta de lixo domiciliar de Porto Alegre, decidiram paralisar as atividades.

A prefeitura prometeu regularizar a situação até sexta-feira. No período, o lixo, que está se acumulando sobre as calçadas, será recolhido por caminhões e servidores do Departamento Municipal de Limpeza Urbana, que não tem estrutura para cobrir toda a cidade de forma adequada.

A Belém Ambiental não recebe o repasse pelos serviços desde meados do ano passado e, por isto, está enfrentando sérias dificuldades financeiras.

10 comentários:

Anônimo disse...

Muita chinelagem desses políticos safados deixar trabalhadores que dependem do mísero salário mínimo pra sobreviver sem receber!

Mordaz disse...

Marchesan fazendo das suas.

Unknown disse...

Mais um pagamento que o grande Fortunatti "esqueceu" de fazer. E o culpado, naturalmente, eh o Marchesan...

Anônimo disse...

Maqis um pagamento que o grande Fortunatti "esqueceu" de fazer. O culpado eh certamente o Marchesan...

Anônimo disse...

é o marquesan o culpado. não sejamos fanáticos por um ou outro lado. todos sabem q o município não é de um ou outro é de quem esta´ na administração. se eles pararam agora é o prefeito de agora q tem q ter competencia para resolver o problema, independente se foi ele q gerou. é o princípio da continuidade administrativa. infelizmente votei nele mas logo no início acho q fiz uma burrada...

Anônimo disse...

E a culpa é do PT, é claro!

Anônimo disse...

Esse pessoal que vive do mínimo está sem receber, porque não há dinheiro, então acredito que o exército de CCs dá prefeitura, também esta sem receber...Acho que é lógico isso né, afinal a fonte é a mesma. Duvido que fariam essa injustiça de deixar só os verdadeiros trabalhadores sem receber.....

Anônimo disse...

Lembro-me que o Colares fez, em 1988, uma reforma administrativa e deixou para o Olívio pagar. Ele foi ao Banrisul e honrou o compromisso.

Anônimo disse...


Também acho que uma profissão em extinção. Vamos fazer o próprio motorista recolher o lixo, assim vamos baratear o custo da taxa de lixo.

Anônimo disse...

não
que p* M*

além de comprovarem total incompetência
escolhem quem ganha menos pra atrasar os salários