Impugnadas mais de 81,4 % das ações pedidas contra decisões de Moro


Sem definição do novo relator da Operação Lava-Jato, o Supremo Tribunal Federal já rejeitou 48 dos 59 habeas corpus (HCs), ou recursos em habeas corpus (RHCs), pedidos pela defesa dos acusados.  Ou seja, 81,4 % das ações pedidas contra decisões do juiz Sérgio Moro.

O maior número de impugnações foram requeridas pelo ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-diretor da Petrobras Renato Duque e executivos da Odebrecht.

7 comentários:

Anônimo disse...

Teori liberou Renato Duque em 2014. Começou a mudar com as manifestações de março de 2015.

Unknown disse...

É pouco!!!
Moro é um Oráculo e deveria ter poderes supremos!!!
Tem crédito para muitas vidas e seus erros com certeza serão menores que os desacertos de seus pares!!!

Anônimo disse...

Teori soltou todos eles.


Tem gente que chora pelo engavetador.

Anônimo disse...

Texto mal escrito, senhor Políbio. Dá a entender que as 48 rejeições ocorreram no período em que não há novo relator da Lava Jato no STF. E não é nada disso.

Justiniano disse...

Em casa de tramela com tranca arrombada, vai vir uma enxurrada de pedidos. Os ratos vão aproveitar esse momento de reorganizar o STF, e tentar suspender na justiça, tudo o que não puderam fazer antes.

Anônimo disse...

MORO está sob a proteção do ARCANJO MIGUEL , anjo da justica. Os políticos estão literalmente ferrados. Só cairá se escorregar na banana ele mesmo.....mas é' difícil viu..quase impossível.

Anônimo disse...

Teori era um Barroso sem o pavão. Fachin é outro, mas está camuflado.