Endividamento das famílias gaúchas disparou em 2016

O ano de 2016 encerrou com alta no nível de endividamento das famílias gaúchas, percentual que chegou a 70,7%, elevando-se na comparação com o mesmo período de 2015 (67,8%). 

Mais uma vez, a alta atingiu com maior força os grupos de pessoas com renda mensal de até 10 salários mínimos. O resultado está na Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), divulgada nesta quinta-feira (5) pela Fecomércio-RS. 

Com o resultado consolidado de dezembro, o endividamento emplaca o 15º mês consecutivo de alta na comparação inter-anual.


CLIQUE AQUI para examinar toda a extensa pesquisa e fazer sua própria avaliação.

5 comentários:

Anônimo disse...

e o Brahma quer voltar pra dar mais corda pra enforcado...

Anônimo disse...

Custa caro manter as aparencias para vizinhos e parentes.

De minha parte, busao, chinelo havaianas e calca rasgada. Que se danem o que os outros acham.

Anônimo disse...

Li num livro que trata de como CRIAR RIQUEZA, que o lado NARCISO que busca a notoriedade cria gastos; que a especialização das especializações aumenta o risco de mercado; que BAIRROS NOBRES não fazem dinheiro; que as TITULAÇÕES E PRÊMIOS não enchem contas correntes; e que a ARROGÂNCIA, a EMPÁFIA e a APARÊNCIA não criam riqueza. É por ai o caminho do criador de riqueza.

Ultra 8 disse...

Parabéns Sartori, dando continuidade ao serviço do Tarso, e do resto da esquerdalha que destruiu o país!

Estado com sua população destruída é sinal de progresso!

Este nosso governador deve dar palestras em países de primeiro mundo, imagina, destruir a economia de um estado não é para qualquer um, ele é um gênio!

Agradeço ao meu povo gaúcho que com sua profunda consciência política, vota em vagabundos.

Por saber em que país tive o azar de nascer, não tenho descendentes.

Ter filhos neste estado de apedeutas,é pura crueldade...

Este criminoso que chamam de governador, está seguindo à risca o "decálogo de Lênin".



Anônimo disse...

É... votem no Lula, de novo. Malditos.