terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Crise faz um milhão de pessoas ficarem sem Planos de Saúde

 A crise econômica brasileira levou 1,37 milhão de pessoas a saírem dos planos de saúde em 2016. O levantamento foi divulgado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

No mesmo período, 270 mil pessoas perderam o plano individual e outras 150 mil ficaram sem o convênio coletivo por adesão. Entre os fatores apontados como responsáveis, estão a  retração da economia, o aumento do desemprego e a queda real dos rendimentos.

7 comentários:

Anônimo disse...

Enquanto o S reajustes salariais giram em torno de 6% ao ano os reajustes de planos de saúde ascenderam dos 15% ao ano nos últimos anos. Tal descompasso inviabiliza manutenção de Planos de saúde. Trabalhadores idosos, após contribuir toda a vida agora ficam a ver navios... e lá nave vá

Anônimo disse...

Sorte de todas essas pessoas! Irão para o melhor plano de saúde do mundo, segundo o PilanTra de nove dedos: o "SUIS"!

Anônimo disse...

Polibio isso e só o começo, sou autônomo, e milhares de colegas como eu, vão cortar o plano de saúde infelizmente,esse ano será terrível, mas não teremos outra opção, os planos de saúde terão que rever ou ficarão poucos.

Anônimo disse...

Legado do Panamericano, Copa e Olim Piadas.

Luiz Vargas disse...

Parece que este não foi o caso da cidadã italiana Marisa Letícia.

Anônimo disse...


Eu cancelei o meu quando Marchesan garantiu os postos funcionando até as 24h.

Anônimo disse...

Efeito Temer/PMDB