quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Artigo, Carlos Brickmann - A força da Lava Jato

Sem ilusões: todos os interessados em substituir o ministro Teori Zavascki (e todos os que fazem força por eles) têm amigos ameaçados pela Lava Jato. O ministro que o substituirá sabe que é sua a oportunidade única de fazer bons favores a bons amigos (bons amigos? Quem faz um favor ganha um amigo e cria dezenas de ingratos). Mas sabe também que achou a oportunidade única de cumprir seu dever e ganhar um lugar na História. E será bem recompensado por fazer o que deve: um ministro do Supremo tem o maior salário do funcionalismo público, é inamovível, indemissível, tem amplos poderes, e no caso estará o tempo todo sob os holofotes favoráveis da imprensa. Vai beneficiar puxa-sacos ou pensar em sua biografia?

Um caso negativo marca a História do Brasil. Quando o ditador Getúlio Vargas foi deposto, no final de 1945, o presidente do Supremo José Linhares (foto ao lado)  assumiu a Presidência da República até a realização de eleições. Aproveitando a oportunidade, nomeou a família toda. Eram tantos que se popularizou o slogan "Os Linhares são milhares.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

2 comentários:

Ricardo Teixeira disse...

A corrupção e o nepotismo, vem de longe, se tornou uma doença terminal nesse país, é questão de tempo o Brasil se tornar um lugar inabitável!!

Anônimo disse...

A foto desta cara do artigo é exatamente igual a de um ET quando eles fazem um retrato falado............... esquisito