Uber fraqueja e abre espaço para o Cabify em Porto Alegre

A clientela do Uber está trocando o aplicativo pelo Cabify, player espanhol que deu o start em solo gaúcho no mês de setembro e registra 200% de crescimento desde então. A empresa está ocupando um flanco deixado pelo Uber nos últimos tempos: o da qualidade. Os serviços da Cabify estão disponíveis hoje na zona Norte de Porto Alegre e em breve chegarão à zona Sul. Em 2017, existe a possibilidade de entrada nas cidades da Região Metropolitana.

O Jornal do Comércio de hoje conta que a gerente de marketing do Cabify, Renata Masseroni quer penetrar num mercado que tem deixado muitos consumidores insatisfeitos. Sem falar que, depois de decisões como a de aceitar pagamento em dinheiro nas corridas e a redução de 30% dos preços, foi a vez de os motoristas da plataforma se incomodarem. Resultado: muitos estão migrando para a Cabify. 

O que conta Renata Masseroni:

- O Cabify tem menos carros disponíveis, mas o preço é fixo.

6 comentários:

Anônimo disse...


Na livre concorrência é isto o que acontece, nada de anormal, ganha o consumidor e perde quem não acompanha as exigências do mercado.

Anônimo disse...

Desculpe, mas não tenho nada a reclamar do Uber, e utilizo muito.

Anônimo disse...

Maravilha .
Uber comeu o Táxi,agora cabify camerá Uber
E assim um vai comendo o outro,e quem ganha é o consumidor.
Pelo menos espera-se que nos dias de chuva,tenha transporte particular em P.Alegre.
Só sei que acabaram aqueles taxistas "doutores".

Anônimo disse...

aprovado os serviços de ambas!


agora digo algo...
logo depois da chegada do Uber, andei em alguns táxi em POA...
não sei se foi azar ou se realmente tem um percentual alto de taxistas
que agem como bandidos. os caras falaram cada coisa que acontece nos bastidores... é uma máfia que protege uma dúzia de vendedores de licenças.

Anônimo disse...

O Cabify tem preço fixo conhecido antes da viagem. Não aceita dinheiro (segurança) e os motoristas são corretos e gentis, tendo migrado muitos do UBER que com o seu preço dinâmico está perdendo muita clientela.

Roberto disse...

Considerando que o Cabify começou do zero, 200% de zero é ZERO.