FGTS para pagar dívidas

O governo anunciará na quinta-feira (22/12) a liberação de saque do FGTS para os trabalhadores que têm conta inativa. A medida tem potencial de liberar R$ 30 bilhões no mercado. O valor a ser autorizado ainda está em discussão. As alternativas sobre a mesa são R$ 1 mil e R$ 1,5 mil.

A ideia é liberar recursos das contas inativas. Ou seja, para o trabalhador que mudou de emprego por vontade própria e não foi demitido. Como não houve demissão, esse dinheiro fica preso numa conta e não há nenhuma alternativa para o saque.

2 comentários:

Unknown disse...

Por que estes idiotas não corrigem a Tabela do IR de Assalariados... traria mais um monte de bilhões para girar na economia!!!
Macri fez algo semelhante!!!

Anônimo disse...

bom