quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Feltes diz que RS não é contra contrapartidas por ajuda do governo

O secretário de Fazenda do Rio Grande do Sul, Giovani Feltes, afirmou nesta quinta-feira  que o estado quer aderir ao programa de recuperação fiscal proposto pelo governo federal e já vem adotando várias das medidas que estavam previstas no projeto.

“O que está posto é o desejo do Rio Grande do Sul de manifestamente formalizar a ideia de que nós gostaríamos de aderir ao programa de recuperação fiscal, dizer que nós já fizemos e ampliamos um sem número de medidas que já constavam no projeto original e dizer que nós fazemos isso porque é necessário o equilíbrio”, afirmou antes de entrar para a reunião com a secretária do Tesouro, Ana Paula Vescovi.

Ontem o governo decidiu vetar o capítulo da lei que tratava do programa de recuperação fiscal, que daria, aos estados que aderissem a ele, até três anos de carência para o pagamento de dívidas com a União. O motivo do veto foi a retirada das contrapartidas que deveriam ser cumpridas pelos estados para terem direito a esse benefício.

Nenhum comentário: