quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Artigo, José Casado, O Globo - Estes revolucionários latinoamericanos formaram a Cosa Nostra com o dinheiro da Odebrecht

Líderes políticos que se diziam revolucionários começam a ser expostos como sócios da rede internacional de corrupção mantida pela Odebrecht

Na terça-feira 17 de janeiro começa o julgamento do ex-presidente de El Salvador Mauricio Funes. Acusado de corrupção, ele foi intimado na véspera do Natal na Nicarágua, onde vive em autoexílio. O processo inclui sua ex-mulher, Vanda, e um de seus filhos, Diego.

Funes chegou ao poder em 2009 pela Frente Farabundo Martí de Libertação Nacional, nascida da fusão de cinco organizações guerrilheiras que protagonizaram a guerra civil de El Salvador, no final do século passado.

Vanda Pignato, ex-primeira-dama, é brasileira, antiga militante do PT.
Ela garantiu o apoio do governo Lula ao marido desde a campanha eleitoral, paga pelo grupo Odebrecht, cujos contratos somaram US$ 50 milhões no mandato de Funes.

Desde a semana passada, ele e outros 14 líderes políticos nas Américas e na África estão no centro das investigações em seus países sobre propinas pagas pela empreiteira brasileira.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

8 comentários:

Unknown disse...

E continuam a receber do Estado, pensões por perseguição política, sendo terroristas e comunistas comprovadamente bandidos e criminosos!!!
Aonde está o Conselho Nacional de Justiça???
Aonde estão os "homens de bem" desta nação investidos de poder para reverter este absurdo!!!

Anônimo disse...

O sacrifício fica para os idiotas: nós, os eleitores!!!
AQUI
http://www.tribunadainternet.com.br/militares-precisam-reagir-e-pressionar-pelo-fim-dos-privilegios-nos-tres-poderes/



sempre mais disse...

E o contribuinte brasileiro sustentando essa corja! Com aval do número 1.

Anônimo disse...

Os esquerdopatas latinos, corruptos e incompetentes, bostaram na historia da esquerda honesta.

sempre mais disse...

O negócio é continuarmos pagando a bolsa ditadura. Eles pensam que são heróis por ter nos colocado nessa furada. Dona Míriam Leitão é uma. Nunca pagou pra receber essa bolsa ditadura.Nós, os troxas é que pagamos pra ela viver bem.

Anônimo disse...

Essa esquerda corruPTa pregava contra a corrupção. Dizia o PT, partido da honestidade e da ética, VAMOS COMBATER A CORRUPÇÃO E MELHORAR A VIDA DO POVO...!!!


- NUNCA UM PARTIDO QDO CHEGOU AO PODER, EM APENAS 13(TREZE) ROUBOU TANTO DE UM POVO - quem disse isso foi o ex-procurador geral da república no caso do mensalão(não sabia ele que mais roubos aconteceriam pela frente). Só que a roubalheira estendeu-se pelo mundo.

Anônimo disse...

A América latina jogou uma década no lixo na mão desses esquerdistas de bosta.

Anônimo disse...

Essa turma é apoiada pela Fundação Ford e por George Soros a serviço do globalismo.