sábado, 3 de dezembro de 2016

Artigo, Fernando Gabeira, Estadão - Enquanto o Brasil chorava

CLIQUE  paraler, também:
"Eles não desistem", Hélio Schwartsman, Folha. CLIQUE AQUI.
"Lágrimas e charutos", Bernardo Mello Franco, Folha. CLIQUE AQUI.
"Realismo fantástico", Estadão. CLIQUE AQUI.

No Brasil os bandidos é que determinam como e o que pode ser feito contra eles.      

Na madrugada, como costumam sempre fazer, os deputados votaram um texto destinado a golpear a Lava Jato e intimidar os procuradores e juízes. Dessa vez uma madrugada de luto pela queda do avião da Chapecoense, desastre que impactou o mundo.

Temer prometeu vetar a anistia para o caixa 2 e outros crimes. Mas não mencionou o tema da represália à Justiça, uma das grandes aspirações de Renan Calheiros.


O Brasil está diante de uma afronta espetacular: deputados investigados por corrupção determinam os limites dos próprios investigadores.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

6 comentários:

Anônimo disse...


Só existe uma solução para essa corrupção oficializada. Uma intervenção de origem interna ou externa.
Dissolução do Congresso e cúpula do Executivo.
Convocação de eleições gerais.
Os atuais mandatários não poderiam concorrer, pois seriam presos e iriam a julgamento.

No entanto, não creio nessa intervenção interna ou externa. Há muita gente graúda e instituições verde/amarelas ganhando dinheiro com essa corrupção.Sem falar nos capitalistas, para os quais o dinheiro não tem pátria.

Nani disse...

"Postes mijando nos cachorros"!!!

Anônimo disse...

Os políticos brasileiros formam uma grande máfia com total apoio do STF.
Não me digam que é mentira porque vi o STF no Senado do Inferno, defendendo o AI-do crime organizado.
Que postura criminosa dos dois.

Anônimo disse...

Nem as mais decaídas prostitutas são chegadas a tal nível de baixeza quanto a da noite das votações citadas.

Anônimo disse...

Enquanto o Brasil chorava a PEC 55 passou de roldão no Senado, inclusive com luto já decretado pelo governo Temerário, do Traíra, do PMDB.

Mr. Lincoln disse...

Deputado corrupto vai para a cadeia, juiz que vende sentença recebe aposentadoria remunerada...Promotores que acusam em meio a espetáculos midiáticos, não recebem punição alguma por arruinarem reputações...E o jornalismo marrom, até quando ficará impune? deveria ser a 11ª medida desse pacote!