Grampo do FBI+PGR sobre Temer seria na cobertura de Joesley na 5a. Avenida

O presidente Michel Temer esteve muito próximo de ser alvo de uma operação conjunta de autoridades brasileiras e americanas, de acordo com fontes oficiais,

A operação para obter um flagrante contra Temer ocorreria em conversa com o dono da JBS, Joesley Batista, provavelmente na cobertura que ele tem na esquina da Quinta Avenida com a rua 51, em Nova York.

O FBI faria o trabalho sujo.

A ação só não foi levada a cabo porque Temer não confirmou viagem que faria a Nova York em maio

12 comentários:

Anônimo disse...

Muito complicado e pode gerar um incidente diplomático.

Anônimo disse...

FBI ? então tem coisa grossa.

Anônimo disse...

po, e os petistas que vivem acusando a CIA agora não vao falar nada?

ah, é contra o Temer, né?

então, pra eles, esta valendo...

lembro da época em que petistas andavas com a VEJA debaixo do braço pra cima e pra baixo por causa das matérias contra o FHC e o Collor...

Anônimo disse...

Deve ser o FBI do Obama. O Trump ainda não completou a faxina!

Anônimo disse...

Bem feito para a elite e a direita brasileira, vivem babando o ovo dos americanos. Se não deu para grampear a traíra em NY, deu no esconderijo, digo, bunker, digo Palácio do Jaburu. Bem facinho, encontro agendado pelo ex-Dep Fed e ex-acessor do Traira e com anuencia do traira, com direito a entrar no Palácio sem ser revistado.

Quando os EUA grampearam a Presidente Dilma a elite e a direita vibrou, mesmo sabendo que não se tratava de pegar algum delito de Presidente e sim "informações confidências" sobre o estratégias de governo brasileiro. Não é a toa que os EUA sempre estão um passo a frente dos demais paises, vivem grampeando lideres mundias, como a Presidente da Alemanha, do México, etc. como foi denunciado pelo site WikiLeaks.

Anônimo disse...

TEMER AJUDA DEPUTADA DO PSB A RESOLVER PEPINOS NA RECEITA:

Michel Temer segue tentando atrair apoio de deputados de todos os partidos para se safar da denúncia por corrupção passiva oferecida pela Procuradoria-Geral da República à Câmara; segundo a jornalista Andréia Sadi, da Globonews, a deputada Tereza Cristina, líder do PSB e produtora rural em Mato Grosso do Sul, comemorou junto a colegas o apoio de Temer a reclamações dela quanto à Receita Federal, que tem se negado a mudar entendimentos regulatórios que beneficiariam a bancada ruralista.

18 DE JULHO DE 2017

247 - Michel Temer segue tentando atrair apoio de deputados de todos os partidos para se safar da denúncia por corrupção passiva oferecida pela Procuradoria-Geral da República à Câmara dos Deputados.

Segundo informações da jornalista Andreia Sadi, da Globonews, Temer prometeu intervir em demandas da bancada ruralista junto à Receita Federal.

Poucas horas depois de estar com o presidente Michel Temer, a líder do PSB, deputada Tereza Cristina, esteve em audiência com o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid.

A deputada, produtora rural em Mato Grosso do Sul, comemorou junto a colegas o apoio de Temer a essas demandas. Temer quer evitar que dissidentes do PSB ingressem no DEM, presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Em troca da ajuda aos ruralistas no campo regulatório, Temer quer que esses deputados deixem o PSB e ingressem no PMDB. Questionada sobre o assunto do encontro com a deputada, a assessoria da Receita Federal afirmou: "Não temos informação sobre o encontro entre o secretário e a deputada. É o posicionamento".

PS: Advogacia Administrativa em cima da Receita Federal, pode?

Anônimo disse...

My Home, My Life, in Miami Beach:

FERNANDO BRITO · 18/07/2017 - O Tijolaço

Quer um retratinho “básico” da “moralidade” de nossa classe média alta coxinha?

Dela, sim, porque ricaço, mesmo, compra apartamento em Nova York, o que lhes empresta certo verniz cultural.

Então leia a matéria da Folha, de agora à tarde, dizendo, com informações da Receita Federal, “de 4.765 brasileiros que compraram imóveis em Miami entre 2011 a 2015, 44%, ou 2.100 pessoas, não declararam o bem” ao Fisco.

Sonegaram, portanto.

São, em valor, os estrangeiros que mais colocam dinheiro por lá: “somente em 2015, foram US$ 730 milhões, ou seja, um valor médio de US$ 766 mil por imóvel”. Ou uma média de R$ 2,42 milhões por “cafofo”.

E comprados cash, por meio de off-shores, como fez um certo respeitável senhor destas bandas.

“Cerca de 75% dessas aquisições são pagas à vista, em dinheiro”, afirmou Iagaro Jung Martins, subsecretário de fiscalização do órgão [a Receita]. “E 65% dessas aquisições foram feitas através de empresas limitadas” [pela lei americana, pessoas podem constituir empresas para comprar imóveis com condições especiais de pagamento de tributos nos EUA]”, declarou.

Quem são eles?

Ah, você não pode saber, em homenagem à privacidade e ao sigilo fiscal.

Você só pode saber quem não comprou, não recebeu, não morou num apartamento no Guarujá, jamais de um em Key Biscayne ou no Sunset Boulevard.

Vai pra Maricá, seu pobre, como diria Eduardo Paes!

PS: Bastante interessante esta história. O ap. do Guaruja, a inJustica brasileira tenta provar ,a 3 anos, que é do Lula e não conseguiu porque não é mesmo. Aposto que a inJustiça brasileira gastou mais dinheiro do que o sonegado pela coxinhada "made in usa". Uma vergonha! Eles se lixam!

Anônimo disse...

Por que a surpresa com o FBI? O encontro não seria nos EUA? Não seria de um presidente estrangeiro com um individuo tb estrangeiro em um imovel localizado nos EUA? Quem ficou surpreso não conhece o trabalho do FBI. E o trabalho que fariam não tem nada de sujo; estariam investigando os passos e atividades desses dois estrangeiros em solo americano. Sujo poderia ser o que esses dois estariam tramando numa cobertura da 5a. avenida...

Anônimo disse...

Sempre acreditei que as investigações da PGR visagem muito mais os inimigos do PT do que o próprio PT.
Creio que as provas são os "complementos" de delação que, aí sim, envolviam a pessoa de Lulla. E foram vários os "complementos".
Se os delatores tinham que falar a verdade para dar crédito ao que diziam porque deixavam Lulla de fora?

Ultra 8 disse...

É, SÓ A POLÍCIA FEDERAL POR AQUI PODE FAZER O "TRABALHO SUJO" DE INVESTIGAR PRESIDENTE LADRÃO.

Anônimo disse...

Petralhas insistem em aparecer por aqui zurrando como equinos que sao.

Sou da direita, odeio Lulla-Dilma-PT, fui pra Paulista exigir a saida da Anta, e sou a favor do Temer, deixa o cara la. Se o FBI quiser investiga-lo, go ahead. Simples assim.

E vao colar textos de sites esquerdistas no lugar aquele de vcs que nunca toma sol.

Anônimo disse...

Isto só pode acontecer com Presidentes que não valorizam a segurança pessoal e institucional do Presidente da República. Pagamos por esse serviço e políticos de meia tigela não dão valor desrespeitando a Instituição Presidência da República. João Fernando