Osmar Serraglio, ofendido, poderá rejeitar o ministério da Transparência

Ao contrário do que imaginava toda a mídia, o deputado Osmar Serragluio, PMDB, não conversou com o presidente Michel Temer sobre o convite que recebeu para ocupar o ministério da Transparência, está ofendido e ainda esta manhã tirará uma nota para dizer se aceitará ou não o cargo.

Serraglio parece disposto a voltar para a Câmara.

Se fizer isto, seu suplente, Rodrigo Rocha Loures perderá o mandato e sairá da órbita do STF para a do juiz Sérgio Moro. O deputado foi pego com uma mala de R$ 500 mil em propinas da JBS, que seriam destinadas a Michel Temer.

3 comentários:

Anônimo disse...

Se esse sujeitinho tiver um pingo de vergonha na cara,não aceitará o novo ministério.
Mas duvido que tenha.

Mordaz disse...

Deputado de moral "fraca" tal qual a operação.

Anônimo disse...

Jogada de mestre do Osmar Serragluio