Governo federal cortará o ponto dos grevistas

O governo federal avisou que cortará o ponto de quem não for trabalhar, aderindo à greve pelega do lulopetismo.

4 comentários:

Unknown disse...

Não faz mais que a obrigação!!!
Veja como é fácil constatar: trabalhador é aquele que trabalha... simples assim!!!

Anônimo disse...

Muda nada, ganham até mais depois com horas extras.

Lima disse...

Excelente! Já não basta ganharem rios de dinheiro por trabalho algum que prestem, ainda querem criar confusão em greve.

Anônimo disse...

Enquanto isso, MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO REFORÇA LEGITIMIDADE DA GREVE GERAL. O MPT (Ministério Público do Trabalho) reforçou em nota oficial a legitimidade da paralisação nacional convocada para esta sexta-feira, 28 de abril; "greve é um direito fundamental assegurado pela Constituição Federal, bem como por Tratados Internacionais de Direitos Humanos ratificados pelo Brasil, “competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender”; no texto, órgão ainda aproveita para reiterar seu posicionamento institucional contra a mudanças propostas por Michel Temer e sua base