Entenda como levar ou estender seu negócio no Paraguai

O Paraguai, em 2017, teve um crescimento de 4%. Possui um governo oriundo do mundo empresarial que vem realizando trabalho na mudança de rota do pais, passando de um pais conhecido pelo comércio contrabandista para um pais conhecido pelo crescimento, taxa de juros baixa, custos trabalhistas baixos, mão de obra jovem e trabalhadora e custo de energia baixo, fazendo com que empresas Brasileiras e do mundo todo venham a se instalar e investir no pais.

Empreendedores brasileiros deslocam-se em massa para lá.

Isto explica a multiplicação de cursos e treinamentos, como o do link a seguir: neste treinamento é apresentado o Paraguai que poucas pessoas conhecem, com dados econômicos, as leis de incentivo existentes no Pais, os setores de oportunidades para as empresas brasileiras e os custos Paraguaios.

CLIQUE AQUI para conhecer toda a programação e o serviço do treinamento.

8 comentários:

Anônimo disse...

Paraguai um grande país.Estão fazendo as coisas certas. E estão crescendo!

Anônimo disse...

Não se iludam.
Paraguai não é China.
Isso é só o princípio de direitos dos trabalhadores.
Daí partirão as "conquistas"semelhantes ao Banrisul.
Quanto mais lucros,mais os operários se acharão autores.
Na China já não ocorre isso,porque lá é ditadura.
Portanto,tiau Paraguai.

Anônimo disse...

Quem diria ...
Por conta desse ParTIdo de "M" estamos nesse nível de crescimento, até mesmo atras do Paraguay !

Anônimo disse...

--A continuar assim, logo teremos a 2ª Guerra do Paraguai,,, Brasil, Argentina e Uruguai repetindo a dose... são fatos como esse que lamentavelmente nos levam a descrer do Brasil... o eterno gigante adormecido... ACORDA BRASIL.

Anônimo disse...

O Paraguai estava descendo a ladeira com o presidente Lugo, sujeito imoral e padre "pecador" com paternidade nunca assumida de numerosos filhos (estilo olívio dutra).
Felizmente o Congresso paraguaio apeou o padreco do poder, mesmo com pressões ilegais de todos os governos bolivarianos da Américo Latina (inclusive a mandiocona brasileira).
Hoje assistimos o nosso vizinho crescer 4% ao ano, graças ao capitalismo.
Enquanto isso, continuamos pagando a herança petralha por muito tempo, com crescimento muito tímido dos indicadores sociais e econômicos.
Uma lástima para o Brasil.
Ah, se não tivéssemos elegido a ORCRIM... Bem, agora é tarde para lastimar-se.

Anônimo disse...

O Mercado está fazendo o Cone Sul - Brasil, Argentina e paraguai se transformar em uma nova China onde as empresas irão produzir para exportação com leis trabalhistas e tributárias excepcionais. A primeira etapa que foi a derrubada dos governos contrários a esta tese já aconteceu. Agora está a caminho a reforma trabalhista que no Paraguai já foi aprovada.
A exploração da mão de obra será predominante para a producão de bugigangas a preços baixissimos e sem impostos para exportar para o Ocidente inteiro


Anônimo disse...

É o Paraguai inserindo-se no século XXI . Parabéns , Paraguai .!!!

Justiniano disse...

A Riachuelo faz todas as suas roupas no Paraguai e anteriormente faziam na China.
O mesmo está ocorrendo em outras empresas, atraída pela energia barata e que em 2020 terá 50% de Itaipu, além de uma carga tributária de um único imposto chamado IVA (imposto de valor agregado) e facilidade de importação de máquinas industriais.
Lá se paga somente o salário e nada de pagar outro pro governo, como no Brasil onde cada empregado custa o dobro com os encargos sociais. Hoje o salário mínimo paraguaio está em R$ 1.200,00.
Vários frigoríficos estão se instalando no Paraguai, porque frangos e suínos são todos importados do Brasil e como há grande volume de milho e soja disponível.