Outro estudante de 23 anos foi abatido com tiro na cabeça por ladrões de Porto Alegre

Sem policiamento ostensivo nas ruas, tudo porque a Brigada sumiu da cidade, cidadãos gaúchos continuam sendo caçados, roubados e abatidos como gado, sem que a sociedade reaja como deve, embora pague impostos e a constituição garantam proteção estatal.

Este estudante de 20 anos, Gabryel Machado Delgado, foi assassinado por ladrões durante um assalto ocorrido ontem a noite no Bairro São Geraldo, zona Norte de Porto Alegre. Seg

A Brigada Militar, como acontece desde o início do atual governo, chegou depois.

Gabryel  Delgado retornava do curso de Marketing da Faculdade de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul (Fadergs) e estava chegando em casa quando encontrou um amigo na avenida Pernambuco. Um criminoso armado abordou os dois e pediu o celular do estudante. No momento em que entregou o aparelho, Delgado foi atingido por um disparo na cabeça. O outro homem não foi ferido.

O suspeito fugiu em seguida e não foi encontrado. O crime deve ser investigado pela Polícia Civil e é