Gleisi Hoffmann chama Dilma como testemunha em ação penal no STF

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), ré em ação penal no Supremo Tribunal Federal, acusada de solicitar e receber R$ 1 milhão em um esquema de corrupção na Petrobras para a campanha ao Senado em 2010, incluiu como testemunha de defesa a ex-presidente Dilma Rousseff e a ex-presidente da Petrobras Graça Foster.

Gleisi, que foi ministra da Casa Civil entre 2011 e 2014, no primeiro mandato de Dilma Rousseff, convocou também como testemunhas Beto Vasconcelos, que foi secretário-Executivo da Casa Civil, e Ivo da Motta Azevedo Corrêa, que foi subchefe de Assuntos Jurídicos da pasta enquanto ela era ministra. Ela também arrolou como testemunhas de defesa José Augusto Zaniratti, coordenador geral da campanha dela em 2010, Ronaldo Balthazar, tesoureiro da campanha. O senador Roberto Requião (PMDB-PR) também foi listado.

Também são réus junto com Gleisi o ex-ministro dos governos Lula e Dilma Paulo Bernardo - marido dela - e o empresário Ernesto Kugler Rodrigues. A ação penal foi aberta depois que a 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal, em setembro de 2016, recebeu denúncia do procurador-geral da República contra os três.

11 comentários:

Alberto disse...

Gleisi, Lula, Dilma, Maria do Rosário, Renan, Maia: que pesadelo!!!

Anônimo disse...

Que par feliz.

Anônimo disse...

A anta, gracinha e narigudinha, todas de grelo duro, já deviam estar trancafiadas numa penitenciária e somente preocupadas com as investidas de Sandrão. Parece que nesse caso vai haver duelo de espadas com Sandrão

Mr. Lincoln disse...

A alemoa Geise é uma feminista de merda, como podem existir senadores ao nível de romario e dela?! Ou tais como daquela bicharoca nojentinha? Bolsonaro, "I like You", Deus e a Natureza também gostam de ti!!!

Anônimo disse...

Acredito que o povo paranaense vai defenestrar essa cidadã da vida pública.

Anônimo disse...

O Brasil pós-golpe: Temer na lama; Dilma na fama
:

Enquanto o governo de Michel Temer, decorrente de um golpe parlamentar, apodrece em praça pública, com vários ministros envolvidos em corrupção, a presidente eleita Dilma Rousseff tem sido ouvida com atenção na Europa, onde denuncia os ataques à democracia e aos direitos dos trabalhadores; em Lisboa, os ingressos para sua palestra se esgotaram em menos de vinte minutos; segundo Dilma, o golpe é também social, pois visa retirar conquistas históricas dos brasileiros; enquanto isso, Temer, agindo contra a vontade de 90% dos brasileiros, discute com aliados formas de salvar a classe política corrupta que golpeou a democracia

Anônimo disse...

COM UMA TESTEMUNHA DESSAS A CONDENAÇÃO É CERTA.

Anônimo disse...

Depoimento de um quadrilheiro defendendo outro da quadrilha, vale tanto quanto uma nota de 13 reais!

Anônimo disse...

Esse barco , o PT -TITANIC , COM DILMA , CLEISI , LULA, PAULO BERNARDO, MANTEGA, PALOCCI , DIRCEU , TARSO... , já afundou há muito tempo, não bateu no ICEBERG , como o original, mas na LAVA-JATO .!!!

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkk A mandiocona vai treinar juridiquês em dilmês castiço para caprichar na defesa da barbie paraguaia. kkkkkkkkkkkkkk

Unknown disse...

Se danou...