Eliane Cantanhêde, Estadão - Gilmar, o Quixote

Os políticos estão no olho do furacão, mas o caso do ministro Gilmar Mendes é particularíssimo, neste momento que ele mesmo chama de “tempestade perfeita” e de “crise sem precedentes”: ninguém jogou Gilmar no olho do furacão, ele mesmo é que se jogou de corpo, alma, mente, com um espantoso desdém às críticas e alertas.

Ministro do STF e presidente do TSE, Gilmar resolveu agir tal qual um Quixote, de armadura e lança em punho, lutando contra o senso comum e todos os moinhos de vento e de notícias,

Se sopram para um lado, ele sopra para o outro, abrindo flancos na opinião pública, na Justiça, na PGR, na PF, na Receita e, agora, na sua própria casa, o Supremo,

CLIQUE AQUI para ler tudo.


3 comentários:

Anônimo disse...

Defender a manutenção do Foro Privilegiado e a anistia ao Caixa -2 ??? Será que endoidou de vez ou tal e qual D.QUIXOTE , de tanto ler e sonhar , optou pelo irreal e o imaginário .!!!

Anônimo disse...


A Reforma Eleitoral é que precisa ser feita, cortando pela metade o número de todas as vagas parlamentares, nos níveis municipal, estadual e nacional.

Se quase todos os políticos são ladrões do dinheiro público, então se diminuir pela metade o número de políticos, eles roubarão só a metade do erário público.

Por uma Previdência não obrigatória.

Pelo direito democrático do trabalhador planejar sua própria aposentadoria.

Pelo fim da aposentadoria para políticos, que não são trabalhadores.

Política não é profissão.

Política não exige concurso público, nem estudo, nem domínio de línguas estrangeiras, nem experiência.

Até semi-analfabeto, até vagabundo pode ser Presidente da República, ou qualquer coisa.

Pelo fim das eleições com urnas eletrônicas, que estão todas passíveis de manipulações por hackers, quer sejam russos, chineses, venezuelanos ou petralhas fedidos.

As urnas eletrônicas (SMARTMATIC) usadas no Brasil foram importadas da Venezuela!! Socorro! Isto é herança dos ladrões sebosos lulopetistas.FDP.

Por sistema de votação na Internet, através do CPF e no site da Receita Federal.

O que funciona para a Declaração do Imposto de Renda, individual e intransferível, através da Internet e sem interferência de hackers, deve servir também para a votação eleitoral e plebiscitos.

Anônimo disse...

falar mal do gilmar mendes é papo de esquerdista, ou de manipulado pela esquerda, como a direita xucra.
não faças essa bobagem, polibio.