segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Ugeirm denunciará à OEA violação de direitos humanos de detentos no RS

O Sindicato dos Escrivães, Inspetores, Investigadores e Comissários de Polícia do RS, conhecido pela sigla Ugeirm, encaminha nesta quarta-feira denúncia à Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos.

A representação acusa a violação de direitos de detentos amontoados em delegacias. Diz que, desde 2015, as delegacias passaram a ficar superlotadas de presos e têm registrado motins, fugas, ameaças à integridade de agentes policiais e depredação de patrimônio.

Salienta ainda que a Polícia Civil não tem mandamento constitucional para custodiar presos provisórios ou condenados e as delegacias não são instituições penais. Os presos não têm direito a visitas ou exposição ao sol, tampouco condições mínimas de higiene.

7 comentários:

Anônimo disse...

http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/policia/noticia/2017/02/grupo-ataca-bancos-faz-refens-e-foge-em-viatura-no-noroeste-do-rs-9714603.html

Anônimo disse...

http://www.jornalnh.com.br/_conteudo/2017/02/noticias/regiao/2068986-susepe-retira-camaras-do-instituto-penal-e-servidores-fazem-vaquinha-para-garantir-monitoramento.html

Anônimo disse...

Cade os deputados e senadores do RS? Cade? Cade?

Anônimo disse...



Tomara que surta algum efeito positivo.

Já que o Polenta esta cagando e andando, para a situação, aliás não é somente para esta situação, é para o todo. Como administrador do RS, não sei o que faz lá em Brasilia, na visita do Macri ao Temer, pois se o Macri quisesse falar com o Polenta, o faria aqui no sul.

Anônimo disse...

Veja como é na Colômbia

http://www.elcolombiano.com/antioquia/seguridad/hacinamiento-en-carcel-bellavista-de-medellin-GA5882091

Anônimo disse...



Se denuncias a organismos internacionais dessem resultados positivos, o Central seria o melhor presidio do mundo.


JORGE LOEFFLER .'. disse...

Polibio nada tenho contra a UGEIRM, mas os Comissários de Polícia dentre os quais estou incluído tem entidade representativa própria, a Associação dos Comissários de Polícia (ACP).
Faço isto a título de esclarecimento apenas.