Polícia frustra fuga de até mil detentos do Presídio Central de Porto Alegre

A foto ao lado é de Jonas Campos, da RBS TV, disponibilizada no Google.

A Polícia Civil descobriu um túnel construído a partir de uma casa, em direção ao Presídio Central, Porto Alegre.

Na manhã desta quarta-feira, policiais entraram no local e prenderam sete homens e uma mulher. Poderiam fugir pelo acesso entre 200 a 1 mil detentos. Na avaliação da polícia gaúcha, esse é o maior plano de fuga da história do Rio Grande do Sul.


Uma perícia será realizada no local, mas os delegados que participaram da operação apontam que já haviam sido cavados entre 50 e 55 metros até o presídio.

10 comentários:

Anônimo disse...

quando que os administradores dos presidios dos centros das cidades irao se preocupar com o que acontece na vizinhança?

Anônimo disse...

Os movimentos dos "dereitos humanus" já vão denunciar a brigada na ONU por restringir a liberdade dos anjinhos!

Anônimo disse...

PRESÍDIOS DEVEM SER LOCALIZADOS EM ÁREAS DISTANTES DE CENTROS URBANOS, COM MUROS, CERCAS ELÉTRICAS E GUARITAS ONDE NÃO TEM SINAL PATA CELULAR.

Anônimo disse...

Seria uma ótima alternativa. Mais mil vagas no sistema carcerário. Viva Schirmer.

Anônimo disse...

Esses governos coxinhas neoliberais são uma piada não conseguem administrar nada...Schirmer kiss

Alberto disse...

Socorro Maria do Rosário: imagina esses 'coitadinhos' naquele buraco sujo, quente e sufocante! Assim não dá! 'Pobres criaturas'!

Anônimo disse...

Caro anônimo das 16:12, no momento a maria do rosário está resolvendo alguns probleminhas domésticos.
Assim que ela tiver um tempinho ela virá correndo defender "us manu" que tiveram seus "direitu" de livre circulação interrompidos.

Anônimo disse...



Foi avisado que preso quando está muito quieto, é porque está tramando algo.

Houveram várias rebeliões no país por superlotação e guerra de facções, mas na pior e mais lotada cadeia do país, estava tudo certo, nem um pio sobre o assunto.

O resultado está aí, aquelas casa da volta da cadeia deveriam ser desapropriadas e seus moradores indenizados, tem casa a 5 metros do muro. Ou então terminar com a cadeia, o que seria mais viável, e não prejudicaria ainda mais a sociedade que já foi penalizada por quem está na cadeia, já basta alta conta que tem que pagar.

Anônimo disse...

Nenhum lei em prol da segurança foi aprovada até esse momento pelo Congresso Nacional e pelo Governo Temer. Mesmo com a queda da Dilma e um Congresso dito mais ``conservador`` nenhuma lei mais rígida foi aprovada. Culpar só a esquerda é esquizofrenia. Está na hora de leis mais duras, mas parece que isso não é prioridade. Congresso e o governo estão somente interessados na reforma da previdência, mas precisa tanto tempo pra isso? Segurança deveria ser prioridade em todos os governos, mas não é.

Anônimo disse...

O Estado não corre o risco de pagar indenização para os bandidos por verem frustradas suas expectativas de liberdade?
O STF está de prontidão.