Grupos pró-impeachment querem 1 milhão nas ruas para defender a Lava Jato

O povo voltará para as ruas no dia 26 de março.


Os principais movimentos que saíram às ruas em 2015 e 2016 para pedir o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) marcaram uma nova manifestação para o dia 26 de março. A convocação começou a ser feita nesta segunda-feira pelos grupos Vem pra Rua, Movimento Brasil Livre (MBL), Nas Ruas e Revoltados Online, entre outros.

A idéia é enfiar 1 milhão de manifestantes na avenida Paulsita.


O mote agora é mostrar o apoio incondicional à Operação Lava Jato e desqualificar as lideranças políticas de todos os Partidos. 

29 comentários:

Anônimo disse...

Um milhão é uma estimativa conservadora...!!!

Ariel Peres disse...

TÔ LÁ, SE DEUS QUISER!!!! ESPERO QUE O POVO NÃO SE ACANHE E....MORTRE SUA FORÇA. POR MIM FOSSE, VARRIA TODOS OS POLÍTICOS PZRA A LATAS DO LIXO, SEM EXCESSÃO!

Elcio disse...

Esqueceu de listar a pauta Polibio.
Apoio incondicional a lava jato;
Fim do estatuti do desarmamento;
Fim do Foro privilegiado.

Anônimo disse...

DIRETAS JÁ!!!!

Anônimo disse...

Já estou lá com toda minha família, pois queremos um futuro minimamente decente onde poderemos utilizar armas se quisermos nos defender de bandidos, queremos também colocação de todos os corruptos na cadeia em especial o chefe psicopata e todos os que o defendem indo contra o bem do Brasil!

Anônimo disse...

>>

Vão se dar mal. Vão fazer fiasco.

O objetivo já foi conquistado, que era detonar, impinchar, a farsante petista que causou um estrago estrago na economia brasileira jamais visto em nossa História.

Agora é preciso deixar Temer, a pinguela segundo FHC, governar até 2018.

Ninguém conseguirá prejudicar a Lava Jato. Isso é impossível. Qualquer um que se levantar contra a Lava Jato passa imediatamente a ser suspeito de corrupção.

No mais, é preciso, sim, acabar com o Foro Privilegiado. É porque são protegidos por esse foro que políticos roubam.

Acabe com o Foro e 90% da corrupção acabará.

<<

Anônimo disse...

Sem exceSSão, será difícil...

Anônimo disse...

Com certeza estarei lá se Deus quiser. Praça da Liberdade - Belo Horizonte - MG.

Anônimo disse...

Sei não se vai muita gente. O tio rei não quer.

Anônimo disse...

não é pauta de fascista e grupelhos débeis mentais, zé mané das 18 58 é de cidadãos

Anônimo disse...


Temos que pedir também o impeachment de Michel Temer, já que o ministro do STE Gilmar Mendes está no bolso de Temer, portanto não vai anular a chapa Dilmaléfica X Temeroso.

Anônimo disse...

MUITO BOM. LET'S GO .!!!

Anônimo disse...

Se o povo não voltar prá rua. A lava-jato vai desaparecer, pq todos os partidos estão envolvidos na roubalheira. Se não voltarem prás ruas, até o juiz Sérgio Moro, poderá ser processado por abuso de poder. A quadrilha está apavorada(não escapa nenhum partido) que vai sobrar prá todos.

- Leiam a Veja deste fim de semana. Não escapa ninguém, é lula, dilma, temer, Aécio, Alkmin, serra. Até FHC, tá defendendo o lula(aí tem).

Anônimo disse...

Apoio TODAS as reivindicações. E é muito bom que Temer tome juízo e cuide pra não virar alvo.

Anônimo disse...

GREENWALD QUEBRA CENSURA À IMPRENSA IMPOSTA POR TEMER E MARCELA:

13 DE FEVEREIRO DE 2017 - Brasil 247

247 – No dia em que os jornais Folha de S.Paulo e O Globo sofreram um ato de censura por parte do governo Temer e do juiz Hilmar Castelo Branco Raposo Filho, de Brasília, o site The Intercept, do jornalista Glenn Greenwald, divulgou o conteúdo censurado: a investigação sobre um hacker que clonou o celular de Marcela Temer e ameaçou divulgar um áudio que colocaria o nome de Temer "na lama", segundo ele próprio, caso não recebesse R$ 300 mil.

O The Intercept denuncia o "grande ataque à liberdade fundamental de imprensa perpetrado pelo governo do presidente Michel Temer, sua esposa Marcela e um juiz do Distrito Federal" e diz que, "como um dos objetivos da criação do The Intercept era defender e apoiar a liberdade de imprensa em todo o mundo, estamos publicando os materiais censurados para que possam ser analisados pelo público".

O portal traz algumas páginas da investigação da Polícia Civil com imagens da conversa entre Marcela e o hacker, Silvonei José de Jesus Souza, condenado a cinco anos e onze meses de prisão. O portal destaca que "o mais bizarro" no episódio é que as informações divulgadas pelos jornais eram públicas, e poderiam ser acessadas por qualquer advogado ou pessoa com cadastro no site da Justiça.

"Não fazemos isso por conta de nosso afeto pela Folha de S. Paulo ou pelo Globo. Os dois jornais atacam a liberdade de imprensa de outros veículos regularmente (...). E, ironicamente, esses dois veículos apoiaram o impeachment de uma presidente eleita democraticamente, Dilma Rousseff, levando Temer ao poder. Pelo contrário, fazemos isso por reconhecer que o ataque à liberdade de imprensa de qualquer meio de comunicação – mesmo do Globo e da Folha – representa uma ameaça à liberdade de imprensa de todos", diz ainda o The Intercept.

PS: O Governo Temerário do Traira se aliou a midia marrom glace, mas esqueceu de combinar com midia internacional. Toma.

Façanha, o advogado do povo disse...

Esse bando de malucos quer acabar com as instituições. Serão pessoas de moral tão ilibada assim? Ou serão "santos do pau oco"? São analfabetos em política, em vida real, que vivem no "mundo da Lua".

Anônimo disse...

Vai ser difícil eles irem para rua tentar pressionar o governo do traira que eles botaram lá. Contra Dilma a passagem de trem em SP foi grátis, com direito a receber uma revista veja de gratis. Jogos de futebol tiveram seus horários transferidos, A PM fez segurança para os manifestantes com direito a "self", ou seja, o Governo do Estado de SP bancou tudinho.

Já, em frente a FIESP tinha lanche de grátis. Sem contar, que as "lideranças" dos principais movimentos já foram "cooptadas" pelo traira, como " Joice Hasselmann", " Kim Kataguiri", "Carla Zambelli".

Anônimo disse...

https://www.youtube.com/watch?v=QIKO17l-HSY

Anônimo disse...

https://www.youtube.com/watch?v=1z92DNV2df8

Anônimo disse...

Apoiado!!!

Anônimo disse...


A Globo está detonando com a Polícia Militar do Espírito Santo, do Rio de Janeiro e, por extensão, a Globo está condenando as greves dos demais Estados.
Cristiana Lobo, no J10, diz que é inconstitucional, fere a Constituição.

Mas que Constituição, se ela foi rasgada pelo presidente da última instância, Ministro do STF Ricardo Levandowski, quando fatiou e desrespeitou a Constituição do Brasil, incorrendo no crime de traidor do Brasil, cujo crime é a expatriação, ou exílio, sem direito à aposentadoria.
O Ministro Levandowski, como funcionário público, cometeu "Improbidade administrativa, e os demais ministros do STF fizeram cara de paisagem!
Carmem Lúcia tem que demitir por justa causa, por desobediência à Constutuição Brasileira o ministro Levandowski, que desrespeitou todo o Brasil.

Anônimo disse...

Certamente terão o dobro de pessoas. Ninguém mais suporta tanta impunidade. O Brasil quebrou. Essa é a verdade. Quem deve irá pagar, seja quem for.

Anônimo disse...

Com o caos em que se encontra o país e a política, o povo vai para as ruas do Brasil inteiro. Seria muito bom não brincarem com o PODER QUE EMANA DO POVO.

Anônimo disse...

A bandeira defendida nas manifestações são muito legítimas, o povo tem que mudar esse jeito de fazer politica no Brasil.eu incluiria na pauta a defesa do Parlamentarismo.Não podemos ter mais , lulas, dilmas, temer ou trumps...O Brasil é muito grande para ficar na mão de algum maluco ou analfabeto de plantão.

Anônimo disse...

Não entendo uma coisa, quem quer acabar com a a lava jato são justamente os caras que derrubaram a Dilma.

Falta coerência neste blog

Aliás, o seu editor se limita a reprisar notícias

Não gera nada, nenhum conteúdo, não tem nada de punho próprio.

Anônimo disse...

Eu estarei na PaulistA, quero ver principalmente o molusco na jaula. Chega de vida facil pro cappo.

Anônimo disse...

Combinaram com a Rede Bobo "in vivo" noticiar o movimento?

Anônimo disse...

Pessoas de bem certamente irão. O exército do psicopata está aqui se manifestando tentando desestimular a manifestação e certamente farão atos fascistas para dificultarem as coisas, mas haverá proteção policial para a população se manifestar. 2018 está logo ali o que resta da esquerda será colocado na lata do lixo.

Anônimo disse...

Aproveitem e peçam o impeachment do Temer, o afastamento do "Indio e do Bangu" (segundo a lista da Odebrecht) se estão contra todos os partidos.

Do contrário é apenas uma jogada midiática para promover alguém, nada mais.

A propósito como ou por quem o MBL é financiado?